Ex-chacrete diz que Rita Cadillac prejudicou "moral" das chacretes

Sandra Mattera foi chacrete antes da aparição de Rita na TV

Sandra Matera, aos 20 anos

Image title

As chacretes hoje não são mais mocinhas. Na faixa dos 60 anos, as ex-bailarinas de Abelardo Barbosa, o Chacrinha, revivem com carinho os momentos de sucesso ao lado do apresentador. Porém, o que veio à tona agora mostra que o orgulho de ser chacrete passou por momentos de turbulência na vida de algumas bailarinas. E a culpa seria de Rita Cadillac.

Sandra Mattera foi chacrete de 1968 até 1973, antes da aparição de Rita na TV. Aos 63 anos foi parar na delegacia para registrar um BO (Boletim de Ocorrência) contra um homem que a assediava nas redes socias, mandando fotos nus e pedindo para que Sandra mostrasse partes do seu corpo. Não demorou para a ex-cracrete desabafar na internet sobre o que tem vivido desde que Rita Cadillac começou a carreira pornô.

Em entrevistaSandra contou que a carreira de Rita prejudicou a "moral" de todas as chacretes e que, por um período, teve vergonha de falar sobre seu passado nos palcos.

— Os homens acham que podem fazer com todas as chacretes o que Rita fez em rede nacional. Não tenho nada contra ela, mas sim contras as atitudes dela. Nós é que pagamos caro e precisamos matar um leão por dia. Fui chacrete, mas não fui biscate.


Outra bailarina de Chacrinha que afirma sofrer cantadas nada lisonjeiras é Edilma Campos. Chacrete entre 1970 e 1973, Edilma conta que é difícil encarar os olhares maliciosos quando conta a alguém que dançou ao lado do "velho guerreiro".

— Perguntam pela Rita com um certo sorriso nos lábios e logo respondo que nunca fiz filme pornô.

Sandra afirma que há mais chacretes vivendo esse drama, porém muitas preferem o anonimato.

— Eu posso falar por muitas chacretes da minha geração. Não é inveja e nunca será. Não se tem inveja daquilo que você não quer pra você. Ele [Chacrinha] nunca quis que o programa fosse uma exposição de mulheres vulgares, e sim um programa de mulheres lindas procurando um lugar ao sol, dentro da moral e dos bons costumes. Queremos ser lembradas assim, porque é assim que ele nos educou.

Abaixo, Sandra Matera, aos 20 anos

Image title



Fonte: R7