Ex-craque da seleção italiana vai à falência e ainda ostenta os prejuízos

Um dos principais atacantes da década de 1990



Um dos principais atacantes da década de 1990, jogador que defendeu importantes clubes como Juventus, Atlético de Madri, Inter de Milão e Milan, além da seleção italiana, e falido aos 40 anos. Este é Christian Vieri, que agora deve cerca de R$ 51,5 milhões. Porém, nas redes sociais, o ex-jogador italiano ainda ostenta uma vida luxuosa.

Vieri costuma postar fotos em belas paisagens, como praias, e ao lado de belas mulheres. No começo de fevereiro, o italiano ainda mostrou um ingresso do concorrido Super Bowl entre Seattle Seahawks e Denver Broncos, além de fotos de dentro do estádio MetLife.

Aposentado desde 2009, quando abandonou o futebol com a camisa da Atalanta, o ex-atleta enfrenta dificuldades financeiras e tenta se realocar no meio do futebol, desta vez como treinador.

Segundo o jornal espanhol "El País", Vieri teve um prejuízo de cerca de 16 milhões de euros (cerca de R$ 51,5 milhões) ao ver a empresa BFC, criada junto com a sua mãe, ir à falência.

O italiano trabalha nos meios de comunicação da Itália como comentarista, mas tenta se recuperar financeiramente como treinador. Por isso, tem caçado um time para treinar.

No seu perfil no Twitter, o italiano avisou que está estudando para tirar a licença exigida para ser treinador no país, "ainda que ela não valha nada", escreveu.

Além de defender grandes times da Europa, Vieri quase somou um time brasileiro no seu extenso currículo. Em 2009, ele teria negociado com o Botafogo-SP e Boavista, do Rio de Janeiro, mas não fechou com nenhum dos dois times.

O ex-jogador italiano também se arriscou como jogador de pôquer, mas não teve o mesmo sucesso no baralho como teve com a bola nos pés, já que marcou 239 gols na carreira.

Fonte: UOL