Dançarina de Latino entra com um processo contra cantor, após acidente

Joyce Ribeiro alega que quebrou um dente e danificou outros três e não teve ajuda do cantor

Joyce Pinheiro, ex-dançarina do cantor Latino revelou que vai entrar com um processo trabalhista contra ele. Segundo contou ao jornal Extra, ela foi dispensada após sofrer um acidente dentro do ônibus em que levava eles, incluindo o cantor, no dia 19 de dezembro. A freada brusca fez com que a dançarina batesse o rosto, perdesse um dente e danificasse outros três.

Ela explica que gastou R$ 28 mil com implantes.

?Pedi ajuda a ele para pagar pelo menos a entrada. Tive que pedir ajuda por aplicativo de celular para amigos para poder arrumar o dinheiro?, disse ela ao jornal carioca.

Joyce revela a publicação que a dispensa aconteceu em janeiro. ?O coreógrafo disse que não iam precisar mais de mim e simplesmente a empresa não me pagou nada?, disse. A dançarina diz que vai à Justiça para pedir os direitos trabalhistas, já que trabalhou por cinco anos, mais o dinheiro do implante, pois sofreu acidente durante o trabalho.

Pinheiro nega que tenha chantageado o cantor a pagar R$ 80 mil reais.? Nunca pedi demissão e o único pedido de dinheiro foi da entrada do tratamento dentário. Ele quis me dispensar na época do acidente e me ofereceu R$ 20 mil de rescisão. O valor é muito aquém do que eu tenho direito?, conta.

A dançarina ainda revelou que tem muitas coisas que ela sabe sobre o cantor e que se quisesse chantageá-lo já teria feito isso. ?Se eu quisesse chantageá-lo, teria feito muito antes. Ele está me caluniando. Vi muita coisa nesse tempo que eu trabalhei para ele e nunca deixei vazar nada. Mas eu só quero o que é justo?.

Bruno Gomes, advogado de Latino, afirma que o cantor não recebeu nenhuma notificação. ?Não recebemos qualquer intimação ou citação oficial do poder judiciário e tão logo recebamos trataremos de apresentar a nossa defesa e a nossa versão dos fatos, que são divergentes daqueles narrados pela Joyce?, garantiu.

O advogado ainda disse que o ônibus tinha seguro para caso de acidentes. ?O ônibus, que é de uma empresa contratada, tem um seguro contra acidentes que não foi acionado porque ela se recusou a fazer o boletim de ocorrência. Caso tivesse sido feito, a seguradora arcaria com as despesas depois de fazer uma perícia para averiguar o suposto dano no dente?, concluiu.

Fonte: R7, www.r7.com