Ex de Adriano, se arrepende de falar sobre aborto: "Me expus muito na hora da raiva"

No papo, Joana acusava Adriano de descontrole por causa bebida

O início dessa semana começou quente para Adriano. Não só pelos dois gols que o atacante fez na vitória do Flamengo sobre o Fluminense, no domingo, 4, mas também pela entrevista feroz que sua ex, Joana Machado, deu ao jornal carioca ?Meia Hora?.

No papo, Joana acusava Adriano de descontrole por causa bebida, dizia que ele continuava nas farras e que ela já havia feito um aborto de um filho dele.

Nesta quinta-feira, 8, um pouco mais calma, a personal trainer falou ao EGO sobre a entrevista e sobre os rumos de sua relação com o jogador. ?Eu me arrependi de ter falado algumas coisas, me expus muito na hora da raiva. Não devia ter falado sobre o aborto, nem sobre os problemas de bebida dele. Mas ele sabe como eu sou, estou magoada?, diz ela que acredita ainda que, quando a poeira abaixar, eles ainda vão dar risadas sobre o assunto. Será? Confira mais abaixo!

Por que você resolveu contar coisas tão pessoais e íntimas de vocês dois?

Estava magoada, com raiva. Fiquei muito chateada com o que ele fez. Mas me arrependi de ter falado algumas coisas. Coisas pessoais minhas.

Você disse que resolveu dar a entrevista porque ele negou em uma entrevista que iria casar com você. Foi só isso mesmo ou um conjunto de coisas?

Foi tudo. Ele me procurou e me ofereceu uma coisa que não aconteceu. Ele sabe que não sou qualquer uma, que não dependo dele para nada, que tenho tudo do bom e do melhor. Se não queria casar comigo, por que me procurou? Fiquei com raiva, sim. Precisava desabafar. Ele sabe como eu sou.

Essa foi a segunda vez que vocês terminaram e voltaram?

Na verdade, a gente já terminou e voltou algumas vezes. Mas achei que dessa vez era para valer, que iríamos mesmo ficar juntos. Nós ficamos no Dia dos Namorados, mas até então, não tínhamos voltado. Agora, ele me procurou propondo uma coisa mais séria, mas não cumpriu.

A ideia de casamento foi dele ou vocês chegaram a esse consenso juntos?

Chegamos a isso juntos. A ideia era a gente partir para uma coisa mais séria agora, não exatamente casar. Mas noivar e ir encaminhando para isso. Ficar em paz com os meus filhos e os dele.

Você disse que se arrependeu de ter dito algumas coisas na entrevista. Do que exatamente?

Acho que acabei falando demais na hora da raiva, me expus muito, envolvi família. Não devia ter falado sobre o aborto, por exemplo. Era uma coisa muito minha, que minha família não sabia. Mas precisava desabafar e mostrar para as pessoas que não sou interesseira, que não estou atrás de nada dele. Também não devia ter falado sobre os problemas com bebida dele. Mas ele sabe que aquilo foi na hora da raiva que nunca ia fazer nada para prejudicá-lo.

Você se arrepende de ter feito o aborto?

Não me arrependo, não. Era uma época muito complicada, de muita indecisão. Preferi não ter o bebê e deixar as coisas se acertarem. Ele estava em uma fase difícil no São Paulo, indo para a Itália. A ex-mulher dele estava grávida também. Ele sabe que fiz aquilo por ele.

Ele já te procurou depois da entrevista?

Não, mas encontrou com uma amiga minha e falou de mim. Mas ele sabe que estou chateada e que por enquanto é melhor deixar as coisas como estão. Ele sabe que foi ele quem errou.

Você disse que o amava, mas que queria distância dele, que ele tinha te feito muito mal. Não tem volta mesmo?

Um amor assim não termina de um dia para o outro. Estou muito magoada, mas não sei o que pode acontecer. O futuro a Deus pertence.

Se pudesse mandar um recado para ele, o que diria?

Que eu gosto muito dele e que, apesar de tudo, acho que um dia vamos conseguir ser amigos e dar risada disso tudo.

Fonte: Ego, www.ego.com.br