Ex-empregado chama Britney de ", agressiva e exigente"

Ex-segurança movia uma ação contra a cantora

Britney Spears fez um acordo com Fernando Flores, um ex-segurança que trabalhou com a cantora por quatro meses em 2010, que pedia uma indenização de US$ 6 milhões (R$ 10,3 milhões) por ter sofrido de ansiedade, depressão e insônia depois de sofrer abusos e assédio sexual da cantora.


Ex-empregado chama Britney de

Segundo a ação que Flores move contra a pop star, Britney é mentalmente instável, agressiva e exigente, ordenando aos empregados que a chamassem de Jennifer ou de Rainha B, além de passear nua na frente do segurança e convidá-lo para ir a seu quarto.

Spears decidiu por um fim no processo e, através de mediadores, entrou em acordo com Fernando Flores que retirou o processo.

Não se sabe se e quanto Britney pagou a Flores para que ele retirasse a ação, já que os termos do acordo são confidenciais.

Fonte: O Fuxico