Ex-funcionária processa Lady Gaga por trabalho escravo

Ex-funcionária processa Lady Gaga por trabalho escravo

Jennifer O"Neill quer receber US$ 380 mil da cantora

Uma ex-assistente entrou com processo contra Lady Gaga, onde alega ter sido tratada como escrava pela cantora, tendo que fazer coisas impensáveis como entregar a toalha para ela depois do banho.

Jennifer O"Neill alega, em sua ação, que trabalhou por 13 meses para Gaga, que lhe deve US$ 380 mil em horas extras.

O"Neill diz que seu trabalho incluía "se assegurar de que a toalha fosse entregue para Gaga imediatamente após o banho e servir de despertador para manter (Gaga) no horário," segundo o site TMZ.

A ex-funcionária diz também que era sua obrigação atender Gaga em estádios, jatinhos, suítes de hotel, iates, trens e ônibus de excursão.

O objetivo da ação é receber os US$ 380 mil, que correspondem a 7.168 horas extras trabalhadas nos 13 meses em que foi funcionária da pop star.

O representante de Gaga disse ao New York Post que a ação não tem nenhum mérito.

Fonte: OFuxico, ofuxico.terra.com.br