Ex-guitarrista do Kiss é preso por agressão à mulher nos EUA

Ex-guitarrista do Kiss é preso por agressão à mulher nos EUA

De acordo com a fonte, a vítima chegou ao distrito policial coberta de sangue

O ex-guitarrista do Kiss Vinnie Vincent, integrante da formação da banda responsável por gravar o disco Lick it Up (1983), foi preso no domingo (22) por agressão à mulher, Diane, no Estado do Tenessee. As informações são do site TMZ.

De acordo com a fonte, a vítima chegou ao distrito policial coberta de sangue e com um desagradável odor de álcool, alegando ter levado um tapa na cara após uma discussão com o marido. Segundo ela, durante a briga, Vincent, 58, a agarrou pelo cabelo para, na sequência, jogá-la no chão.

O músico ainda a teria arrastado para cima de uma pilha de cacos de vidro quebrados antes da discussão. Diane afirmou ter tentado fugir, mas por quatro vezes foi impedida pelo suposto agressor, que a jogou no chão. Ao finalmente conseguir deixar a casa, ela foi direto à delegacia.

Quando os policiais chegaram à residência do guitarrista, encontraram quatro cachorros mortos, segundo a mulher, assassinados por um cão mais agressivo do casal. Um serviço especializado em animais foi contatado para ir ao local investigar a situação.

Vincent - que, apesar de sua pouca permanência na lendária banda norte-americana, compôs alguns de seus grandes sucessos da década de 1980 - foi preso e fichado por grave agressão doméstica e precisou pagar fiança equivalente a quase R$ 17 mil (US$ 10 mil).

Fonte: Terra, www.terra.com.br