Ex-marido de Vera Fischer, morre de câncer aos 70 anos

Perry se mudou para a casa de Vera depois que seu estado de saúde se agravou

Morreu, na quarta-feira, 17, o ator Perry Salles, em consequência de um câncer no pulmão. O corpo foi cremado, no início da tarde desta sexta-feira, no Cemitério do Caju, na Zona Portuária do Rio. Muito abalada, Vera não compareceu à cerimônia. Sua filha, Rafaela, estava presente. Como não deixou, em vida, uma autorização para ser cremado, os familiares do ator tiveram dificuldade para conseguir tal documento.

Perry se mudou para a casa de Vera há cerca de quatro meses depois que seu estado de saúde se agravou. Perilúcio José de Almeida, como era seu nome, fez vários filmes e atuou em novelas. Na tevê, ficou marcado como o Laio, em "Mandala" (1987). Ficou por 16 anos casado com Vera Fischer, com quem teve Rafaela. De outro casamento, com Beatriz, teve Romeu e Rômulo. Já foi casado também com a atriz Miriam Melher, com quem teve o filho Rodrigo, morto em 1990, aos 20 anos, num acidente de moto. Ele também teve a filha Renata, que mora na Inglaterra.

Em 1998, o ator entrou em depressão. Por 18 meses Perry Salles passou seus dias praticamente sem ver a luz do sol. Enclausurado em uma das salas do Teatro Gamboa, que comprou em 1994, em Salvador, ele tentava se livrar de uma crise existencial. O quadro só foi revertido em 2000, quando Perry Salles recebeu um telefonema da atriz Ivone Hoffman, que o convidou para atuar na peça "Com amor". O apoio irrestrito de Vera Fischer, que se tornou sua melhor amiga, o ajudou a reerguer.

Fonte: Globo, www.globo.com