Ex-panicat pede desculpas por usar camisa do Boca Juniors

Foto de ex-panicat causou polêmica na Argentina


Ex-panicat pede desculpas por usar camisa do Boca como pano de chão
A ex-panicat Dani Bolina causou polêmica ao publicar foto de um ensaio fotográfico trajando a camisa do Corinthians e limpando o chão com o uniforme do Boca Juniors, adversário do time brasileiro na decisão da Copa Libertadores. A "brincadeira", como foi definida por ela, causou polêmica na Argentina e a modelo teve que vir a público para se retratar com os torcedores xeneizes.

"O ensaio foi em toda a sua forma, uma maneira singela de homenagear o Corinthians e nunca para ofender nenhum time adversário. Peço desculpas a todos se entenderam errado o sentido da brincadeira. O Corinthians é um time de uma nação guerreira, acostumada a sofrer e a lutar. Eu quis apenas contagiar os torcedores com uma brincadeira, pois esse é o espírito do futebol brasileiro, que está esquecido", se desculpou Bolina em seu perfil na rede social Palpiteros. (www.palpiteros.com)

"Fiz inúmeras outras fotos representando o espírito de garra e superação corintiana. Avisei a todos que estarei postando uma foto diferente a cada dia, daqui até a grande final, no meu perfil no Palpiteros. Quem tiver alguma dúvida é só ficar ligado no ensaio e conferir o restante do ensaio", completou a ex-panicat e gremista declarada.

O jornal Olé fez uma matéria com a foto de Dani Bolina e lembrou que o time argentino já usou de um artifício parecido para vencer um time brasileiro fora de casa e conquistar o título da Copa Libertadores. Em 2000, o então técnico Carlos Bianchi espalhou pelo vestiário papeis com frase do técnico palmeirense Luiz Felipe Scolari para motivar o elenco. Depois de um empate em La Bombonera, os argentinos ganharam a competição após nova igualdade e decisão nos pênaltis.

Na partida de ida disputada na última quarta-feira em La Bombonera Corinthians e Boca Juniors empataram por 1 a 1, com gols de Roncaglia para os argentinos e Romarinho para a equipe alvinegra. A volta está marcada para a próxima quarta no Estádio do Pacaembu, às 21h50 (de Brasília). O vencedor da partida conquista o título. Novo empate leva a decisão para a prorrogação e, mantendo a igualdade, a Copa Libertadores será decidida nos pênaltis.

Fonte: Terra, www.terra.com.br