Fabiana e Dado brigam feio em "A Fazenda"

Dado se sentiu ofendido, por ter sido acusado de largar a mangueira no jardim

Fabiana Alvarez e Dado Dolabella discutem feio no quarto coletivo, nesta madrugada de quarta-feira, em A Fazenda. O motivo: a mangueira do jardim. As luzes do quarto coletivo tinham sido apagadas há poucos instantes e os peões conversavam amigavelmente. O ator é que puxou o assunto o com a colega de confinamento.

Dado se sentiu ofendido, por ter sido acusado de largar a mangueira desenrolada no meio do jardim. "Se você ver o poço aberto você fecha, não fica apontando. Não vem com o arco e a flecha para cima de mim", iniciou Dado, para completar: "Hoje foram uns cinco erros que você apontou."

Sempre calma, a atriz desceu dos tamancos e rodou a baiana que existe dentro de si. "Não entra nessa pilha, não. Sinto muito, você vai brigar sozinho. Eu não vou entrar nessa com você não", esbravejou Fabi, para completar: "Tô dando um toque. Se você aceita, ok! Se não aceita, então dane-se." Dado está ressentido: "Calma, calma, flor! Tá tudo filmado. Ficar acusando é fácil, difícil é ajudar."

A primeira briga de Fabiana na fazenda é quente: ""A gente tem que ajudar o outro!" "Tem que avisar, que fazer isso, tem que fazer aquilo". Aí, quando avisa: "Tá julgado!", "Tá apontado!" Você já foi jardineiro? Eu nunca cuidei de galinheiro! Você já cuidou de vaca alguma vez? Qual o problema de falar? Eu não estou apontando erros."

Fabi ficou irritada com a maneira dissimulada de Dado. "Então, se você acha que está certa, tudo bem. Você está certa. Tá bom. Tá tudo certo!", o ator repetia de forma irritante as frases que mais fala quando discute com alguém na casa. Mas a atriz não deixa por menos: "Eu sou uma flor, mas quando cutuca é f*."

A atriz, então, arrematou: "Se você veio para jogar, meu amor, eu não vim. Eu vim para participar."

Tratando Fabiana como flor a todo tempo, o ator tentou irritar a companheira de confinamento. "Desse jeito não ter carro do marido, hein!", disparou Dado de forma jocosa. A "flor" respondeu à altura: ""Carro que eu vou dar para o meu marido, me poupe Dado". Se ele quiser compra dez."

Fonte: Terra, www.terra.com.br