Família de Chiquinho Scarpa não comenta morte de Carola

Família de Chiquinho Scarpa não comenta morte de Carola

Dois funcionários da residência disseram não estar autorizados a comentar a morte de Carola

Procurada pela Folha, a família Scarpa informou por meio de um de seus empregados que não vai comentar a morte de Carola Scarpa, ocorrida na última sexta-feira.

Dois funcionários da residência disseram não estar autorizados a comentar a morte da ex-mulher do empresário Chiquinho Scarpa.

Ana Carolina Rorato de Oliveira, mais conhecida como Carola, foi enterrada no Cemitério do Morumby, na zona sul de São Paulo, na manhã de sábado.

Ela morreu na sexta-feira (25), às 17h20, no hospital Santa Paula, também na capital paulista.

Na suposta página de Chiquinho Scarpa no Facebook, há uma mensagem sobre o ocorrido, publicada no sábado: "Soube só agora que Carola se foi. O sepultamento foi pela manhã no Cemitério do Morumby. Tudo muito triste; a amei muito e sinceramente. Que Deus console o coração de sua Família (Don Francesco, Thais, Guga, Karla, Juca, Dico, Boni e Boninho) e que ela encontre paz na serenidade da eternidade. Vou orar por isso, no fundo era apenas uma menina... apenas uma menina".

Depois do casamento relâmpago com Scarpa, que durou nove meses, Carola adotou o sobrenome "de Oliveira". O relacionamento terminou com a socialite em programas de TV afirmando que o ex-marido era gay.

Em 2002, Carola participou do reality show "Casa dos Artistas", programa do SBT.

De acordo com o boletim médico, Carola deu entrada no hospital com parada cardíaca na última quarta (23), por volta das 17h. A paciente chegou a ser ressuscitada, mas permaneceu em estado de choque. Foi medicada e passou a respirar com a ajuda de aparelhos e não resistiu.

O atestado de óbito aponta como causas da morte insuficiência múltipla de órgãos, diabetes e insuficiência renal crônica.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br