Famoso por gastar R$ 1 mi em festa, Rei do Camarote grava CD

Famoso por gastar R$ 1 mi em festa, Rei do Camarote grava CD

O brasileiro Lorenzo Carvalho, que mora na Europa, está em estúdio para se lançar como cantor e garante: "Para mim, dinheiro não vale nada!"

Conhecido por desbancar Alexandre Augusto de Almeida - milionário paulista que dá festas faraônicas em boates - e assumir o título de verdadeiro Rei do Camarote, o goiano Lorenzo Carvalho, de 22 anos, agora vai se lançar como cantor. Depois de trabalhar durante dois anos como piloto de GT3 da Ferrari e ser dono de casas noturnas e outros negócios em Portugal, Lorenzo agora está entrando em estúdio para gravar seu primeiro CD. O brasileiro, que mora na Europa desde os 6 anos de idade e ganhou fama ao gastar R$ 1 milhão em uma festa para comemorar seu 22º aniversário, agora se prepara para animar as baladas cantando.

Como Midas - o personagem da mitologia grega que transforma tudo em ouro com seu toque -, Lorenzo já viu sua primeira tentativa como cantor virar sucesso. A música ?Understand?? já contabiliza mais de 1 milhão e 200 mil visualizações no Youtube.

A letra é um resumo da personalidade de Lorenzo: ?Nascido no Brasil, criado na Europa, rodei o mundo inteiro, soube tirar a minha onda. Ando de Ferreri, a cor pode escolher, Lamborghini, de Ducati, Maybach, pode crer. O cordão é diamante e a pulseira é também. Rolex presidente que quase ninguém tem. Sou apenas 22 e vagabundo não me aguenta.(...)?. Feliz com a repercussão do seu novo trabalho, Lorenzo revela que teve um "empurrãozinho" especial para encarar a empreitada. ?Sempre fui tímido e não tinha coragem de me arriscar como cantor. Mas desde que o ?Pânico? me entrevistou, me tornei amigo da Sabrina Sato e ela me incentivou a cair de cabeça na carreira?, conta ele, que foi contratado pelo produtor Rick Bonadio para gravar o disco.

Vários armários para as roupas

Morando em Estoril, Portugal, Lorenzo fez de um hotel cinco estrelas em São Paulo sua residência provisória para poder tocar a nova carreira de cantor no Brasil. No entanto, como não gosta do trânsito da capital paulista, procura um lugar tranquilo para viver "perto" da cidade. ?Vou me mudar para Miami. Fica mais perto de São Paulo?, diz Lorenzo, que improvisou um espaço na suíte do hotel para abrigar sua coleção de mais de 30 pares de sapato e bonés. ?Tenho mania de comprar muito tênis?, justifica.

Lorenzo já perdeu as contas de quantas camisetas tem. Todas idênticas, feitas sob medida e num único modelo: semicoladas ao corpo e bem decotadas, o que o permite exibir o enorme colar e o peito musculoso coberto de tatuagens. ?Compro sempre 30 delas de uma vez só. Só a cor é que varia. Não gosto de ser igual aos outros e nem gosto de ficar bonito e apertado. Também gosto de boné. Não sei a quantidade exata de tudo que tenho, mas sei que meus sapatos enchem dois armários e meus bonés um inteiro. Calça só uso da Diesel. Vestem bem e têm elasticidade?.

Uma de suas manias é a limpeza. Lorenzo diz que odeia sujeira e faz questão de dormir em locais com cheiro agradável. ?Confesso que tenho estômago fraco para cheiro ruim. Não consigo nem falar com pessoas que têm mau cheiro?. Para fazer jus a personalidade asséptica, cuida do visual com afinco. ?Gosto de fazer a sobrancelha e a barba no salão. Também gosto de massagem e limpeza de pele?. Para ajudar a boa forma, idas a SPAs também integram sua rotina.O perfume é Armani Colcci e os músculos definidos são moldados no tatame, onde prepara para breve a sua estreia no MMA. "Só que estou sem treinar porque quebrei o tornozelo no skate", lamenta.

Riqueza de berço

Lorenzo nasceu rico - em uma família que trabalhava no ramo de pedras preciosas e atualmente tem empresas de cosméticos -, mas dá pouco valor ao dinheiro. ?Para mim, dinheiro não vale nada. Perdi boa parte da minha família em acidentes trágicos (ele não quis contar quais foram) e minha mãe, uma neuropsicologa, teve três vezes sarcomas de metástase (câncer que atinge o tecido com formação de uma nova lesão tumoral a partir de outra). Meus pais se separaram quando eu tinha 6 anos e sempre fui muito sozinho, porque minha mãe trabalhava muito. Digo que não fui para um caminho errado porque tive os amigos certos?, desabafa Lorenzo, que foi morar sozinho aos 15 anos. ?Sozinho em termos. Meus pais sempre moraram perto de mim?, completa ele.

Além das baladas, festas milionárias e cuidado com a forma física, o futuro cantor tem outro prazer. Ele adotou 122 crianças com câncer terminal e as ajuda a realizar seus sonhos. Recentemente, Lorenzo financiou a viagem de uma menina de 7 anos para a Disney com a família. Um ano depois, ela veio a morrer. ?Preciso sentir no coração a necessidade de ajudar. Elas me dão muito mais do que eu dou para elas. Transmitem carinho e isso me comove. Pois tudo que a gente faz de bom, retorna para a gente?, garante.

Para as moças que se encantaram com Lorenzo, um conselho: dali não sai casamento. O milionário garante que seu coração já tem dona. Ou melhor, donas: ?Só tem duas mulheres no mundo que têm meu coração. Minhas filhas, uma de 3 anos e outra de três meses. Elas são frutos de um relacionamento que tive. Meu sonho na verdade é ter dez filhos!?.

Fonte: EGO