“A sociedade não aceita uma loirinha com um negão”, afirma Fernanda

O encaio vai ao ar nesta sexta-feira

Desde que saíram do "BBB 16", Fernanda Liberato e William Blackout não se desgrudaram. Apesar disso, juram que o que rola entre os dois é só amizade. Mesmo assim, o "casal moderno" aceitou posar para o Paparazzo em clima fetichista, inspirado em "Sulco", livro de contos eróticos escrito por Fernanda - o ensaio vai ao ar nesta sexta-feira, 26.

"A gente se entendeu e se envolveu desde antes do programa. Nos comunicávamos com batidas na parede do hotel onde estávamos confinados. Quando entramos na casa, nos demos bem de cara", contou Fernanda. "A primeira coisa que ela me perguntou foi se estava bonita. Como dizer que não?", brincou Blackout. "Na noite em que saímos da casa ficamos muito tristes. Era para dormirmos em quartos separados, mas acabamos ficando no mesmo quarto, conversando. De lá pra cá, as pessoas começaram a dizer que estávamos namorando, mas da nossa boca nunca saiu isso. Na verdade não negamos ou confirmamos. A gente quer causar", comentou Fernanda.

Apesar disso, eles garantem: nunca trocaram nem mesmo um selinho. Ainda assim, tiveram que lidar com a torcida de uns e a rejeição de muitos. "Ficamos de espectadores nessa história toda e não nos pronunciamos até para ver o que as pessoas falavam. A maioria torce para que a gente fique junto, mas me surpreendi com a quantidade de comentários racista. Falaram que eu estava louca de me relacionar com o William porque ele é negro e de periferia. Isso é um absurdo", afirmou Fernanda. "A verdade é que vai ser difícil as pessoas nos engolirem. A sociedade não aceita uma loirinha com um negão", desabafou o ex-BBB.

Se a amizade pode um dia virar namoro? "Não sei, ela é muito complicada", disse Blackout. "Na verdade, ele que é folgado, aí me acha durona", brincou Fernanda.

Os dois demonstraram muita intimidade durante o ensaio e não mostraram nenhuma resistência ou timidez. "Topei na hora", contou Fernanda. "E eu fui na dela. O que a Piu Piu falar, tô dentro", disse William, chamando a loira pelo apelido carinhoso que deu para ela.


Fernanda Liberato e William Blackout (Crédito: Mari Gibara / Paparazzo)
Fernanda Liberato e William Blackout (Crédito: Mari Gibara / Paparazzo)
Fernanda Liberato e William Blackout (Crédito: Mari Gibara / Paparazzo)
Fernanda Liberato e William Blackout (Crédito: Mari Gibara / Paparazzo)
Fonte: Com informações do Ego