Adélia diz que tamanho é documento: 'Ninguém merece mal dotado'

A ex-BBB também revelou que curte fazer sexo anal

Adélia não se intimida ao falar de sexo e mostrou esse seu lado fogoso durante ensaio para o Paparazzo, que vai ao ar nesta sexta-feira (18).

A ex-BBB revelou que apesar de ser romântica também é muito sexual. Ela é adepta de lingeries ousadas e brinquedinhos de sex shop para agradar o parceiro quando está namorando.

"Gosto muito de agradar na cama, de falar sacanagem. Já fiz de tudo para satisfazer meus namorados. Tenho uma mala cheia de fantasias eróticas como colegial, enfermeira, policial... Também tenho umas três só de conjuntinhos de renda, espartilhos com cinta-liga e meias 7/8. De todas as cores! Acho que a lingerie dá um gás para o sexo e também sou boa em massagem. Não vou direto ao ponto. Gosto de fazer uma encenação, uma boa preliminar, até chegar no momento mesmo. Sou cliente assídua de sex shops. Compro de tudo. Só não tenho ido muito agora porque não adianta comprar artilharia pesada se não vou usar", contou, que gosta de usar calcinhas bem pequenas mesmo no dia a dia, para valorizar o popozão que tem 800ml de silicone: "Só uso fio-dental. Nada de coador de café! Quando chegar aos 80 anos começo a usar calcinha bege (risos)".

Adélia no Paparazzo  (Crédito: Roberto Teixeira)
Adélia no Paparazzo (Crédito: Roberto Teixeira)


A advogada garantiu que não passa aperto quando está solteira e se resolve bem sozinha. Prova disso é que ela tem até um vibrador em casa e até um portátil que leva para qualquer lugar. ''Se quiser, vou lá e resolvo a situação. Já usei no trânsito, esperando em consultório médico... Tenho uma megafacilidade para chegar ao orgasmo e me masturbo bastante. Umas três vezes ao dia", disse.


Adélia confessou que gosta de fazer sexo anal e não curte 'cara do pinto pequeno'. ''Ninguém merece mal dotado!".

Uma fantasia comum dos homens que ela não se importaria de realizar com o novo namorado é um ménage à trois. "Não teria tesão de sair com uma mulher sozinha, mas faria sexo se tivesse um homem junto. Topo numa boa. Não fiz ainda, mas acho que é uma bagunça do casal e é válido", afirmou ela, sem querer dizer quem escolheria para a experiência: "Gosto de mulher bem feminina, com cabelão comprido e corpão".


Adélia no Paparazzo  (Crédito: Roberto Teixeira)
Adélia no Paparazzo (Crédito: Roberto Teixeira)
Adélia no Paparazzo  (Crédito: Roberto Teixeira)
Adélia no Paparazzo (Crédito: Roberto Teixeira)
Fonte: Ego