Angélica come carne em propaganda após 27 anos e é bastante criticada

Angélica, que está de férias, não foi encontrada para comentar o caso.

A mordida de Angélica em um cachorro-quente na nova propaganda da Perdigão já está dando o que falar. Isto porque a apresentadora não come carne vermelha há 27 anos e sempre faz questão de dizer que é adepta de um cardápio sem o alimento. Assim como aconteceu com Roberto Carlos na propaganda da Friboi, usuários das redes sociais já estão questionando a postura da mulher de Luciano Huck.

"Eu vi direito? Angélica mordendo uma salsicha no anúncio da Perdigão?", escreveu um internauta no Twitter ao lado de hashtags com cifrões. "Ela deve ter ficado uma semana sem comer depois de morder aquela pontinha do hot-dog", disse outro.

De acordo com a coluna "Retratos da Vida", do jornal "Extra", a marca fechou um contrato milionário com o casal. Procurada pela publicação, a Perdigão afirmou que Angélica comeu o cachorro-quente feito de salsicha comum no comercial. No entanto, ao ser questionada sobre o fato de ela não comer carne vermelha, a assessoria da empresa recomendou procurar a assessoria pessoal dela.

Angélica, que está de férias, não foi encontrada para comentar o caso.

Apresentadora parou de comer carne sozinha

Em entrevista ao site do "Estrelas", Angélica contou que a decisão de parar de comer carne aconteceu aos 12 anos de idade, quando ela viu um tornedor de filé mignon mal passado. A loira também não come "bichos com carinhas fofas como coelho, porco e carneiro", mas exclui o peixe da restrição: "Não incluo os peixes na categoria dos bichos". Aliás, são apenas os pratos com este ingrediente que ela experimenta no quadro "Sabores" de seu programa. Na mesma entrevista, Angélica afirma que não faz dieta.

Há 27 anos sem comer carne vermelha, a apresentadora precisa substituir o alimento para não se sentir fraca. Por isso, a nutricionista da loira, Andrea Santa Rosa, recomenda que ela compense os nutrientes com peixe, shiitake, quinua e ovos.

Polêmica envolvendo Roberto Carlos causou rejeição nos consumidores

Roberto Carlos sofreu duras críticas dos vegetarianos após estrelar o comercial do frigorífico Friboi. Isto porque o rei estava há 30 anos sem comer carne vermelha. Nos comentários do vídeo no Youtube, os internautas questionaram a postura do cantor. "Que decepção! Para quem defendia as baleias e a ecologia... Se você quer comer carne, que coma! Mas daí a incentivar o consumo, é demais", disse um usuário.

Para conter as críticas, o frigorífico JBS, responsável pela marca, bloqueou os comentários em seu canal no YouTube, mas depois voltou atrás e liberou o espaço. Em um dos shows de Roberto Carlos, a empresa espalhou alguns banners sobre curiosidades da carreira de 55 anos do rei. Entre elas, estava a de que ele já havia voltado a comer carne vermelha há algum tempo. "Ao contrário do que muitos pensam, o rei já não era totalmente vegetariano há muitos anos - consumia peixes e ovos. Ele, inclusive, adora frutos do mar", dizia o cartaz. A polêmica envolvendo o produto fez com Roberto Carlos rompesse o contrato milionário com a Friboi. Segundo o jornal "O Estado de S. Paulo", o frigorífico JBS desistiu de ter a imagem do cantor após o resultado de uma pesquisa qualitativa apontar que o público não confiava no Rei. Em novembro, ambas as partes acertaram o valor do pagamento da multa de R$ 7,2 milhões pela quebra do vínculo.


Fonte: MSN