Aos 41 anos e sem oportunidade na TV, Cláudio Heinrich vira professor de jiu-jítsu

Aos 41 anos e sem oportunidade na TV, Cláudio Heinrich vira professor de jiu-jítsu

Sem oportunidades à vista na TV ou no teatro, Cláudio Heinrich decidiu "unir o útil ao agradável". Com o término de seu vínculo com a Record (depois que a novela "Pecado mortal" chegou ao fim), o ator, de 41 anos, resolveu levar a sério um antigo hobby e está dando aulas de jiu-jítsu numa academia da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

- Desde que me tornei faixa azul eu dava assistência ao meu mestre, o Gordo (apelido de Roberto Corrêia), mas fazia isso por prazer. Há cinco meses, me tornei faixa preta e hoje dou aulas duas vezes por semana, para adolescentes e adultos. A remuneração não é muita, não é minha principal fonte de renda, mas ajuda - diz ele.

Cláudio começou a frequentar os tatames ainda criança, com 5 anos. Fez judô até os 12 e depois praticou tae kwon do até os 16. O jiu-jítsu ele conheceu por razões profissionais: depois de estrear na TV como paquito no extinto "Xou da Xuxa", ganhou o papel de Dado, em "Malhação" (1995). E começou a lutar para se preparar para o personagem, adepto da luta.



- Me apaixonei e não parei mais - diz Cláudio, que, nos tatames, é chamado de Claudikson, por causa de sua admiração por Rickson Gracie.

Feliz com a nova atividade, Cláudio não pretende largar a carreira de ator. E busca novos papéis na TV e no teatro:

- Gosto de atuar e de que as fãs comentem o meu trabalho.

Casado desde abril com a produtora cultural Cláudia Colpo, ele planeja ter um filho em breve:

- Estamos curtindo aquela fase inicial do casamento, mas, ano que vem, queremos encomendar mais um faixa preta.

Fonte: Globo