Após denunciar assédio de Biel, repórter é demitida e revolta a web

Em nota, a empresa afirmou se tratar de “reestruturação normal".

O novo capítulo da história do assédio do cantor Mc Biel contra uma repórter do portal iG parece feito para ilustrar como funciona a cultura machista e desigual nas relações entre gênero no país. Depois de uma licença por alguns dias para se recuperar, o ocorrido ganhou contornos ainda mais absurdos com a notícia de que a repórter foi demitida do portal.

As reações na internet foram imediatas e intensas. Milhares tuitaram ou comentaram nas páginas do portal, mesmo em matérias que não tratavam do assunto, registrando a indignação e a falta de cabimento por, no lugar de oferecer suporte e posicionamento em favor de uma de suas funcionárias, o portal dispensa-la sem maiores explicações.

Em nota interna, a empresa afirmou se tratar de “reestruturação normal”.

“A empresa está seniorizando nossa equipe no intuito de melhorar nosso conteúdo próprio. Trata-se de uma reestruturação normal em função dessa necessidade. A repórter continuará recebendo todo o apoio da empresa e dos funcionários no caso”.

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Hypeness