Após polêmica sobre HIV, ex-BBB Fernando pretende processar Angélica

O produtor cultural conta que a enfermeira teria falado que, pelo fato de o carioca trabalhar em projetos sociais com pessoas portadoras do vírus HIV, deveria ter Aids.

 O BBB 15 acabou, mas parece que os barracos estão apenas começando. Na noite deste sábado, 11, o ex-BBB Fernando Medeiros se surpreendeu com algumas coisas que viu de seus colegas de confinamento e ficou perplexo quando soube de uma suposta conversa de Angélica Ramos com outras participantes dentro da casa. O produtor cultural conta que a enfermeira teria falado que, pelo fato de o carioca trabalhar em projetos sociais com pessoas portadoras do vírus HIV, deveria ter Aids.

"Me decepcionei muito, é um preconceito absurdo. Julgam as pessoas pelo o quê elas vestem, pelo o que elas falam, só que não julgam as pessoas pelo o que elas são. É muito fácil apontar para o outro e falar mal, agora é muito difícil falar bem. E aí eu venho desenvolvendo esse trabalho de longa data para justamente quebrar esse preconceito. Foi um absurdo essa especulação e afirmação. Eu já acionei minha assessoria e estamos consultando um advogado. O que elas (Angélica, Tamires e Amanda) falaram está gravado. A  gente tem todas as informações necessárias para acionar a Justiça. Agora está na mão dos advogados, e as pessoas envolvidas podem responder por isso. A gente só vai aguardar o momento certo", afirmou o carioca.

Fernando contou que decidiu tomar esta decisão por causa da repercussão em outros veículos da imprensa: "Teve uma publicação alegando que eu era portador do vírus, que tinha mais de 10 mil curtidas. Não só eu, mas, como as pessoas portadoras do vírus, se sentiram ofendidas. Esse é um julgamento completamente errado. Ela levantou uma questão como se as pessoas com AIDS fossem inaptas.  Na verdade, elas são pessoas normais, mas que precisam de certos cuidados e um deles é não sofrer preconceito", afirmou Fernando.

 Procurada Angélica Ramos afirmou que Fernando Medeiros tem todo direito de processar as pessoas em caso de constrangimento. “Todos os participantes ficaram chocados com esta acusação dele e da Aline. Sou enfermeira há 14 anos e sempre trabalhei para pessoas doentes. Não tenho esse tipo de preconceito. Tenho certeza de que não falei que ele tem a doença. Apenas estava falando do trabalho social dele, que é muito bonito. Eu tenho minha consciência tranquila e não estou preocupada com futuros processos. Isso não aconteceu.”, ressaltou ela, que se sente acusada de forma “leviana e injusta”.

“Amo ser enfermeira e cuidar do próximo. Estou afastada do trabalho por seis meses porque quero. Tenho recebido muitos convites e não poderia faltar ao meu emprego. Estou apenas cumprindo agenda de trabalho após essa fase do BBB. Só falo uma coisa: Fernando e Aline deveriam mostrar provas antes de me acusarem. Esse vídeo não existe, porque não falei nada disso. Eu tenho certeza disso”, disse ela.

Fonte: Ego