Após ser taxada de homofóbica, Mara Maravilha pede perdão aos gays

A estrela subiu no palco e cantou grandes sucessos que marcaram

Após ser taxada de homofóbica, Mara Maravilha ficou surpresa com o carinho do público depois de cantar em uma boate gay no último final de semana. A estrela subiu no palco e cantou grandes sucessos que marcaram a sua carreira.

Na ocasião, aos gritos de 'Mara, eu te amo', a cantora fez questão de esclarecer que não tem preconceito, e pediu perdão à todas as pessoas que se sentiram atingidos com a declaração. “Nunca quis magoar ninguém, mas se de alguma forma alguém se sentiu ofendido com alguma coisa eu peço perdão”, começou ela que acrescentou afirmando que mesmo doente, foi fazer o show porque acreditava que não haveria rejeição por parte do público. Image title

“Me disseram para eu não vir fazer o show, porque eu não era bem vinda. Mas mesmo estando doente há 3 dias eu estou aqui porque tenho convicção de que da minha parte nunca houve preconceito, porque o meu Deus se chama amor”, disse ela no meio da boate.

A cantora virou polêmica no assunto após declarar em um programa de televisão que era a favor do projeto de lei que autoriza psicólogos a tratarem a homossexualidade como doença, a conhecida ‘cura gay’.

ASSISTA:















Fonte: Com informações do Caras