Caso Ana Hickmann: Mãe diz que fã teve caso com apresentadora

Ela afirmou que o filho não tinha a intenção de matar apresentadora

Muita gente ficou revoltada com , que invadiu, armado, o quarto em que estava a apresentadora Ana Hickmann no último sábado (21), mas acabou sendo morto pelo cunhado da apresentadora. No entanto, a sua família está indignada com tudo o que aconteceu.

A mãe do fã da loira, Wanda de Pádua, em entrevista, afirma que o filho não tinha a intenção de matar, e que o fato não foi esclarecido: “Tem muita gente metendo o pau porque não sabe, não conhece. Rodrigo era a pessoa mais honesta e pura que existiu”.

“Ele foi assassinado, mataram ele, ele ficou indefeso. Ele (Gustavo) estava mesmo com a intenção de matá-lo. Ele podia ter sido imobilizado e vai aparecer muita coisa. Vai aparecer a verdade”, disse ela, afirmando que há várias contradições nessa história.

Fã tentou matar Ana Hickmann (Crédito: Divulgação)
Fã tentou matar Ana Hickmann (Crédito: Divulgação)


“Vai ser tudo esclarecido, as contradições da Ana… Tenho pena dela por ter acontecido isso tudo, mas tem muito mistério ainda para ser descoberto. Ele não ia enfrentar isso senão tivesse alguma coisa. Existia algo entre ela e ele”, afirmou Wanda.

“Ele era muito normal, não tinha nada disso. O nome dele vai ser limpo. Minha dor está insuportável. Ele era uma pessoa normal, os vizinhos todos gostavam muito dele. Ele não foi com intenção de matar ninguém, ele só queria conversar e não entenderam isso”, conta.

Mãe de Rodrigo diz que verdade vai aparecer  (Crédito: Divulgação)
Mãe de Rodrigo diz que verdade vai aparecer (Crédito: Divulgação)


Júlio Figueiredo, cabeleireiro que estava no hotel para atender Ana Hickmann  acabou presenciando parte do ocorrido e usou seu celular para gravar a briga.

Confira trechos do áudio:

Rodrigo: "Presta atenção, eu quero que os três sentem de costas. Senta os três de costas!" (repete três vezes). “Vou contar até três: 1, 2... Então senta de costas"

Ana: "Moço..."

Rodrigo:  "Eu não vou atirar em você agora. Eu quero que vocês sentem. "Não vou atirar em você, cara (para Gustavo). Você nunca me fez nada".

Gustavo: "Então, eu não fiz".

Rodrigo: "Ela fez! (sobre Ana)

Ana: "Mas eu posso consertar!".

Rodrigo: "Eu não vou matar ninguém. Eu não sou assassino".

Ana: "Seu eu fiz alguma coisa..."

Rodrigo insiste que o trio se sente de costas e justifica: "Eu quero conversar, mas não quero olhar para a cara dele".

Ana tenta se desculpar por qualquer coisa que possa ter feito, mas Rodrigo repete: "Eu não vou te matar, cara. Eu sou louco?".

Ana: "Moço, se tem alguma coisa que fiz para você, o que que eu posso fazer para consertar isso? Me diga como que conserta isso".

Rodrigo: "Eu sou um ser humano, cretina. Sou um ser humano".

Ana: "Eu sei que você é um ser humano".

Rodrigo: "Eu tenho coração. Eu te falei um milhão de vezes".

Ana: "Eu jamais partiria seu coração".

Rodrigo: "Não vem com palhaçada para cima de mim, não, você sabe".

Ana: "Se eu te magoei, me perdoa".


Fonte: Com informações: TV Foco