Christina Grimmie, ex-participante do The Voice, é morta a tiros

As causas do ataque ainda são desconhecidas.

Na madrugada deste sábado (11), a cantora Christina Grimmie, de 22 anos, que ficou conhecida por sua participação no ‘The Voice’ dos Estados Unidos foi assassinada a tiros após realizar um show em Orlando. Após o crime ela chegou a ser levada para atendimento médico, mas não resistiu aos ferimentos e morreu logo em seguida.

O fato aconteceu por volta das 23h no teatro The Plaza Live, em Orlando onde a cantora fez um show ao lado da banda Before you Exit. O suspeito que não teve seu nome divulgado disparou contra Christina no momento em que ela dava autógrafos após terminar o show, e se suicidou logo em seguida com a mesma arma.

De acordo com testemunhas, quatro ou cinco tiros foram ouvidos no local. O irmão de Christina tentou impedir que o agressor atirasse em si mesmo duas vezes, mas não obteve êxito. Segundo a polícia, as causas do ataque ainda são desconhecidas.

Grimmie, de 22 anos, também era conhecida por sua intensa atividade no YouTube, onde tem mais de 3,1 milhões de inscritos e participou do famoso programa de televisão "The Voice" em 2014, terminando em terceiro lugar. No Facebook, sua página oficial tem quase 3 milhões de curtidas. Assim que a notícia se espalhou, os fãs da cantora e outros artistas passaram a enviar mensagens com a hashtag #PrayForChristina (Ore por Christina, em português).

O cantor Adam Levine, que foi técnico de Christina durante o The Voice, postou uma foto com ela e disse que está "triste, chocado e confuso". Ele também afirmou que "isto não é justo".

"Não existem palavras. Perdemos uma alma linda com uma voz incrível. Nossos corações estão com os amigos, fãs e família de @TheRealGrimmie", foi a postagem do perfil oficial do programa The Voice no Twitter.

Adam Levine ficou chocado com a morte da jovem (Crédito: Reprodução)
Adam Levine ficou chocado com a morte da jovem (Crédito: Reprodução)
Christina Grimmie foi morta a tiros (Crédito: Reprodução)
Christina Grimmie foi morta a tiros (Crédito: Reprodução)
Fonte: Com informações do G1