Conheça os famosos que viram a morte de perto em acidentes de avião

Xuxa, Angélica e Renato Aragão passaram por sustos no ar

Em rotinas muito corridas, os famosos passam muitas horas dentro de aviões e consequentemente, o risco de sofrer um acidente aéreo aumenta. Fátima Bernardes e William Bonner, por exemplo, quando casados, só viajavam em aviões separados para em caso de acidente os filhos não perdessem os dois pais. A partir disso, vamos conhecer famosos que sofreram sérios riscos de vida em um acidente de avião, alguns deles são: Xuxa, Angélica e Didi.

Um dos casos mais famosos de acidente aéreo é o que envolveu Herbert Vianna, vocalista da banda Paralamas do Sucesso. Em 2001, o cantor e sua esposa Lucy, sofreram um acidente com um ultraleve em Angra dos Reis, litoral sul do Rio de Janeiro. Vianna estaria no comando e teria perdido o controle da aeronave ao tentar executar uma manobra conhecida como “looping”. O ultraleve caiu no mar. Lucy ficou presa no cinto de segurança e acabou morrendo afogada e ele ficou paraplégico.


Herbert Vianna
Herbert Vianna


Luciano Huck e Angélica também se envolveram em um acidente aéreo. O piloto decolou do Pantanal levando os apresentadores, os três filhos l e as duas babás para Campo Grande. Após 35 minutos de voo, o motor esquerdo parou de funcionar. Então, tiveram que fazer um pouso forçado que provocou somente alguns arranhões em Angélica. Os peritos verificaram que a tripulação poderia ter identificado o problema e ter resolvido, mas o piloto não seguiu os procedimentos de emergência e não tinha treinamento para pilotar o avião.


Angélica e Huck  (Crédito: AGNews)
Angélica e Huck (Crédito: AGNews)


Xuxa também passou por um grande susto após seu avião ser atingido por um raio a caminho de Teresina. A apresentadora compartilhou um vídeo em suas redes sociais em que aparece usando uma máscara de emergência durante o voo.  “Gente, perdão. Não poderei chegar ao Piauí. Nosso avião foi atingido por um raio e fizemos um pouso de emergência em Brasilia. Desculpa, Casa X”, disse.



Em 1958, Renato Aragão, na época era estudante, estava em um avião com 40 passageiros que caiu e matou 13 pessoas. Didi revelou essa história trágica em sua biografia. “Um dos momentos difíceis de revisitar (na biografia) foi o acidente de avião (num voo de Recife para Fortaleza) que sofri quando estava na universidade de direito, em 1958. Ainda sinto a dor do impacto. Nunca contei para o público, e está lá na biografia, com foto e tudo.”, afirmou o artista.




Fonte: TV Foco
logomarca do portal meionorte..com