Diretor da Globo pede salário R$ 350 mil para negar convite de Xuxa na Record

Sabendo que a emissora recusaria - afinal esse é o valor que ela paga para Marcelo Rezende e Sabrina Sato, por exemplo - tudo acabou bem

Um outro nome surge no mercado para integrar o time de profissionais que se negaram a trabalhar no novo programa de Xuxa Meneghel. Fabricio Mamberti, diretor de programas e novelas na Globo, não aceitou o salário de R$ 100 mil oferecido pela Record para dirigir Xuxa alegando que tem contrato de longo prazo com a emissora carioca até o final de 2017, garante o site Notícias da TV.

Porém, segundo consta, a forma de negar elegantemente foi pedir um salário de R$ 350 mil para a Record. Sabendo que a emissora recusaria - afinal esse é o valor que ela paga para Marcelo Rezende e Sabrina Sato, por exemplo - tudo acabou bem. "Realmente recebi um convite para dirigir a Xuxa na Record.

Apesar do enorme respeito e carinho que tenho por ela, fiquei impossibilitado de aceitar o convite em função do meu contrato de prazo longo com a Globo, que tem duração até abril de 2017", disse Mamberti, que dirigiu o TV Xuxa em 2007. Para reforçar ainda mais as suas justificativas, o diretor disse que está empenhado em uma série de projetos na Globo, entre eles uma nova novela. "Neste momento, já estou envolvido com a direção geral da novela das 21h da Maria Adelaide Amaral", conta. A trama substituirá a novela 'Favela Chic', que entrará no lugar de 'Babilônia'. A solução encontrada para a Record foi, então, contratar outro ex-TV Xuxa, Mariozinho Vaz, que deve ser anunciado como diretor do programa de Xuxa em maio.


Fonte: MSN