Ed Motta cancela show após polêmica sobre público brasileiro: "Psicologicamente abalado"

"Psicologicamente abalado", Ed Motta cancela show em Porto Alegre

Após a grande repercussão gerada por suas declarações na semana passada, o cantor Ed Motta cancelou o show que faria no próximo sábado (18) em Porto Alegre, no Bar Opinião. Segundo comunicado divulgado nesta quarta (15) pela casa de shows, ele não tem condições psicológicas para se apresentar.


"O show de Ed Motta, previsto para ser realizado nesse sábado, dia 18 de abril, no Opinião, foi cancelado. Depois do ocorrido na última semana, o cantor se encontra psicologicamente abalado e sem condições de se apresentar ao vivo", divulgou em nota o Bar Opinião.

Segundo o produtor do cantor, o cancelamento também visa preservar Ed Motta, que é obeso e sofre com inflamações no nervo ciático, de desgastes físicos causados pela longa viagem ao Rio Grande do Sul. Um dia antes, na sexta (17), ele tem show marcado em São Paulo, no Terra da Garoa. No início da semana que vem, embarca para a turnê europeia do álbum "AOR".

A nova apresentação na capital gaúcha acontecerá em julho, ainda sem data definida. A devolução dos ingressos pode ser feita a partir da próxima segunda-feira (20), nos mesmos locais em que foram adquiridos. Para as compras realizadas pela internet, é preciso solicitar o estorno do cartão ou o reembolso pelo e-mail [email protected]

Entenda a confusão

Em postagem publicada em seu perfil no Facebook na última quinta (9), que provocou a reação imediata de internautas, Ed Motta afirmou que as pessoas que costumam vê-lo ao vivo no exterior são uma "turma mais simplória", que não acompanha sua carreira e que é fã de ritmos populares.

 O cantor disse ainda que não falará em português nem cantará "Manuel" na próxima turnê europeia. "O mundo inteiro fala inglês, não é possível que o imigrante brasileiro não saiba um básico de inglês. A divulgação da gravadora, dos promotores é maciça no mundo Europeu, e não na comunidade brasileira."

Após a chuva de críticas nas redes sociais, Motta se desculpou no dia seguinte. "Ninguém erra? Sim, todo mundo erra e em diferentes escalas. A pessoa pública não é Deus, está no mundo para errar assim como todos", publicou o músico.

"Escrevi de forma raivosa e equivocada sobre algo que realmente atrapalha meus shows no exterior, quando se está no palco que é algo frágil emocionalmente, a sensação é de desespero quando ocorre um equívoco", completou.

 

Fonte: UOL