Em livro, Andressa Urach revela: "Transava com sete homens por dia"

A loira resolveu contar a sua história em um livro.

Andressa Urach não sai mesmo da mídia. Desta vez a moça lançou a sua biografia com fortes revelações sobre tudo o que passou antes de virar evangélica. Após mudar de vida por ter sobrevivido a uma aplicação de hidrogel, a loira lançou um livro e resolveu contar a sua história.

“Morri para viver. Meu submundo de fama, drogas e prostituição”, é o nome do enredo que repercutiu internacionalmente e até o site Daily Mail fez uma reportagem sobre o caso.

Em uma das partes, Urach conta que era uma das prostitutas mais requisitadas de Porto Alegre.

“"Eu fazia loucuras na cama. Eu gritava e beijava muito, o que era raro entre as prostitutas. Fazia tudo que as outras meninas não faziam. Com o tempo e o boca a boca, meu nome virou um dos principais na prostituição do país. Eu passei a ganhar de R$ 400 a R$ 3 mil. Eu cheguei a ganhar R$ 30 mil reais por mês. Eu transava com sete homens em um dia. Eu desenvolvi um estranho meio de sobrevivência. Eu não sentia e pensava em nada. Eu me fiz uma pessoa vazia. Não lembrava o rosto dos homens. Quando chegava em casa, esquecia tudo que aconteceu na noite anterior como se fosse uma atriz de novela”, contou.

Image title


Fonte: Com informações do Pure People