Em um mês, Rodrigo Faro ganha salário de um ano dos principais executivos da Record

Em um mês, Rodrigo Faro ganha salário de um ano dos principais executivos da Record

Estimados em R$ 1 milhão, os rendimentos mensais de Rodrigo Faro é maior estrela da Record

Estimados em R$ 1 milhão, os rendimentos mensais de Rodrigo Faro, maior estrela da Record, por pouco não superam os salários de um ano inteiro dos principais executivos da emissora. Em média, cada um dos sete diretores estatutários da Record, a maioria deles bispos e pastores da Igreja Universal, ganha R$ 95.238,00 por mês. Essa é a média. Na realidade, os diretores que são pastores ou bispos não ganham nem metade disso.

Em assembleia realizada em maio, de acordo com extrato publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo, ficou estabelecido que os diretores estatutários da Record receberão neste ano um total de R$ 8 milhões em honorários. Dividido entre eles, essa quantia é "global", ou seja, não pode ser ultrapassada. Logo, a média de R$ 95.238,00 já inclui eventuais bônus e férias _eles não têm direito a 13° salário. São estatutários o principal executivo da Record, bispo Marcelo da Silva (vice-presidente artístico), e o homem que controla as finanças da emissora, Marcus Vinicius Vieira (vice-presidente executivo), além de Douglas Tavolaro (vice de jornalismo), Mafran Dutra (diretor artístico), Luiz Claudio Costa (presidente), Delmar Andrade (diretor jurídico) e Dermeval Gonçalves (superintendente). Desses, apenas Gonçalves não é da igreja.]

Dos ligados à Universal, somente Tavolaro não é bispo ou pastor. Alguns diretores, como Douglas Tavolaro, ganham bem mais do que a média R$ 95.238. Outros, com cargos de pastores e bispos, ganham bem menos. Os mais recentes deles, como Luiz Claudio Costa, recebem pouco mais de R$ 35 mil. A Record tem uma política de remunerar os diretores que vêm da igreja com salários considerados baixos para o mercado de executivos. Essa política reflete a visão da Igreja Universal de que o pastor e o bispo devem renunciar a uma vida luxuosa. Os pastores, no entanto, têm direito a casa, carro e segurança pagos pela Record. A política salarial é diferente para executivos não ligados à igreja. Na área comercial, por exemplo, há diretores recebendo mais de R$ 300 mil.

Fonte: Notícia da TV