Empresários ameaçam multar Anitta em 7 milhões de reais por quebra de contrato

Empresários ameaçam multar Anitta em 7 milhões de reais por quebra de contrato

O rompimento entre Anitta e K2L se tornou público na sexta, quando a cantora enviou um texto à imprensa informando que estava deixando a empresa para seguir com a própria produtora

O embate quebra-barraco entre MC Anitta e a K2L Empreendimentos Artísticos, empresa que gerenciou a carreira da cantora nos últimos dois anos, está longe de acabar. Notificada extrajudicialmente na última quinta por Anitta, que a acusa de desviar cerca de 2,5 milhões de reais, a K2L agora reage, negando o desvio e ameaçando multar a cantora em 7 milhões de reais pela quebra de contrato.

“A empresa esclarece que o contrato com a cantora continua em plena vigor, afinal, as hipóteses para rescisão por parte da artista estabelecem prazos para resposta da K2L”, diz a empresa em comunicado. “Todas as prestações de contas foram devidamente apresentadas e aprovadas pela artista. Provas de fatos contrários aos alegados serão apresentadas em juízo ”, diz outro trecho do comunicado da produtora

A resposta para a acusação feita por Anitta, de que a produtora subtraiu recursos, foi enviada para a cantora na última sexta-feira “por e-mail e carta registrada”, segundo a própria K2L.

O rompimento entre Anitta e K2L se tornou público na sexta, quando a cantora enviou um texto à imprensa informando que estava deixando a empresa para seguir com a própria produtora, a Rodamoinho. “O contrato de empresarialmente com a K2L foi encerrado. A cantora abriu a empresa Rodamoinho Produções Artísticas, que passa a ser a administradora oficial de sua carreira", diz a nota.

A relação da K2L com Anitta era muito próxima. O principal nome por trás da produtora, a empresária Kamilla Fialho, é considerada também uma das mentoras de seu sucesso. Kamilla apostou na cantora e bancou a sua transformação, que incluiu de implante de silicone e rinoplastia até malhação e aulas de teatro, canto e dança.

Fonte: Brasil Post