Ex-coelhinha diz que pensou em suicídio na mansão da Playboy

Ela foi garçonete no Hooters, onde ficou bastante conehcida.

O livro, Down the Rabbit Hole, será laançado no próximo mês nos EUA e traz detalhes sobre a vida da ex-coelhinha Holly Madison, durante os anos em que morou na Mansão Playboy. Os leitores são presenteados com citações sobre o namoro dela com Hugh Hefner, que é o fundador da revista.

"A vida dentro da notória mansão não era nem um pouco um sonho e rapidamente se tornou um pesadelo. Após perder sua identidade, auto-estima e esperança no futuro, Holly se viu sentada em uma banheira pensando em suicídio", disse.

A loira quer que sua filha Rainbow, de dois anos, leia a obra quando crescer. "Quero que ela entenda as escolhas que eu fiz, e espero que aprenda com elas para não fazer coisas estúpidas", afirmou. 

A modelo, que sonhava em ser atriz, foi morar em Los Angeles para estudar. No entanto,as dificuldades apareceram, então teve que começar a trabalhar. No início, foi garçonete no Hooters, onde ficou bastante conehcida e depois foi convidada para morar na mansão da Playboy em 2001.

Image title


Fonte: Com informações do Terra