Fãs atacam Renner na web após o acidente: "bêbado safado"

Internautas se irritaram após sertanejo se envolver em novo acidente

O cantor Renner, cujo nome real é Ivair dos Reis Gonçalves, foi preso na manhã de sexta-feira (26) após se envolver em um acidente na zona sul de São Paulo. O sertanejo estava a bordo de uma BMW quando colidiu com um carro estacionado. Segundo a Globo News, ele foi liberado pela polícia após pagar fiança de R$ 10 mil e responderá em liberdade pelos crimes embriaguez ao volante e tentativa de fuga. Os fãs do cantor se revoltaram com sua conduta imprudente e comentaram nas redes sociais da dupla de forma agressiva.

Segundo testemunhas no local, Renner tentou fugir, mas os pneus do carro estavam furados e os moradores tiraram a chave do contato para evitar que ele escapasse. O músico então foi levado ao 27º Distrito Policial e passou por um teste de bafômetro, que constatou que ele havia ingerido três vezes o valor permitido de álcool.

"Assassino, invejoso, irresponsável, arrogante, sem talento, mentiroso...e ainda tem um bando de otário que apoia...da próxima deitem na rua pra ele passar em cima de vocês", escreveu a usuária @lucimaara no Instagram, enquanto alguns poucos fãs tentavam justificar o acidente e outros mandavam mensagens de apoio para Rick.

"Ele precisa se tratar, se internar, é dependente!", continuou @elis132.  "Ele mesmo não tem argumento algum para justificar o que fez. Coitado é o rapaz que teve o carro arregaçado e nem sabe quando vai ter o carro consertado. Coitado de vocês que defendem esse lixo de muleque que brinca de ser homem. Façam uma vaquinha para pagar o conserto do carro e ajudem o Renner a economizar uma graninha", escreveu @cris_echimenco também no Instagram.

No Twitter, o tom agressivo seguiu. "Já matou duas pessoas esse vagabundo", escreveu o usuário @arrowp. "Renner assassino sem vergonha. Seu lugar é na cadeia! Bêbado Safado!", escreveu @katita_sakura.

Em 2001, Renner se envolveu em outro acidente. Na ocasião, o sertanejo estava em Santa Bárbara do Oeste quando seu carro atingiu uma moto com o casal Luís Antônio Nunes Aceto e Eveline Soares Rossi. Ambos morreram na hora. Renner estava em alta velocidade, perdeu o controle do veículo e atravessou a pista. Julgado em 2008, o cantor teve que pagar 2 mil salários mínimos.





Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: TERRA