Mulher de Stênio está em choque após vazamento de fotos intimas

"Não consigo sair do quarto"diz Marilene Saade

Marilene Saade, mulher de Stênio Garcia, se pronunciou na tarde desta quarta-feira, 30, e falou que o casal ainda não tem pistas sobre quem vazou as imagens íntimas dos dois que correram a internet desde terça-feira, 29.

Image title

"O caso está sendo investigado, faz fiz B.O. mas não sabemos quanto tempo vai levar para chegarem até os responsáveis. Não sei se como conseguiram essas fotos se foi um homem, mulher, criança, adulto. O fato é que está difícil de viver nesse país depois disso", desabafou.

A atriz se diz inconformada "Tanta gente sai nua em revistas ou vai para praia de nudismo, então deixa os casais terem sua intimidade. Eu e Stênio não falamos mal de ninguém. Sou budista e quando alguém fala mal de alguém ou julga perto de mim eu vou orar. Acho que eu vivo em outra vibe então por isso fiquei tão chocada. Pratico a não violência, tenho respeito pela vida, já tive câncer, eu não merecia isso não. O Stênio falou para mim que fomos assaltados, roubados, mas estamos vivos e com o melhor advogado, temos essa sorte, a gente pode se defender. Ele tem uma cabeça muito boa", afirmou.

Stênio apoia a mulher, mas Marilene está desolada. "Não desci para comer, pedi para trazerem a comida aqui no quarto porque como eu vou olhar para o meu caseiro? Como vou encarar essas pessoas que já viram meu corpo? Muita gente vai para a praia de nudismo, mas eu não vou. Nunca fiz topless, nem na Europa. Estou muito machucada. Quando soube eu tremia e tive que tomar um remédio forte para dor porque estava com tudo travado. Minha família é muito tradicional e minha mãe é cardíaca, vai operar no dia 17, e está muito chocada. Sou atriz, mas nunca fiz cenas de exposição do corpo. Disse não para algumas coisas, é a minha escolha, assim como amanhã posso mudar de ideia, é um direito meu. Minha pressão foi a 16 por 8, não sei como conviver com isso, estou pensando seriamente em morar fora do Brasil, passar um tempo por lá até a situação se acalmar", falou.

Marilene contou que sua mãe passou mal após ver o registro. A empregada da casa recebeu as fotos pelo celular e informou a família. "Minha mãe é diabética e passou mal. A empregada mostrou para ela cedo e eu ainda não sabia de nada. O Stênio, levou numa boa ele é homem, é diferente... Estou confiando na Justiça, a coisa ficou muito séria depois da Carolina (Dieckmann). Então, para quem pensa em fazer uma coisa dessas, não faça, porque você pode destruir uma família", afirmou.

Image title

Segundo Marilene os registros não foram feitos em um contexto sexual. "A gente estava vendo se estava magro ou gordo. Dois tontos! Porque tínhamos voltado a malhar. A gente sempre faz essa comparação, só que dessa vez vazou", comentou.

Ricardo Brajterman, o advogado afirmou que não vai descansar até o caso ser esclarecido.

"Os suspeitos vão ser chamados e, depois, o Stênio e a Marilene vão prestar depoimento quando forem convocados. Relatamos todos os lugares por onde os celulares passaram, locais onde os equipamentos ficaram longe do alcance deles", explicou Brajterman.

De acordo com o advogado, quando a investigação for encerrada, ela provavelmente dará origem a dois processos judiciais: um na esfera criminal e outro na esfera cível. "Na área criminal, os culpados possivelmente receberão uma penalidade do juiz pelo crime cometido", argumentou. "Na área cível, entrarei depois com uma ação por danos morais e patrimonais".


Fonte: Ego