'Não existem culpados sem provas', diz Ana Paula sobre Laércio

No confinamento, Ana chegou a chamar ele de "pedófilo nojento".

Na manhã desta segunda-feira (16), Laércio de Moura, que participou do Big Brother Brasil 16, foi preso em Curitiba acusado de estupro de vulnerável e por fornecer bebidas alcoólicas para adolescentes. Ana Paula Renault, que chegou a chamar ele de "pedófilo nojento", surpreendeu ao falar sobre o caso.

"A minha discussão, com o ex-participante do 'BBB 16' em questão, ocorreu durante um confinamento sob grande estresse. As atitudes dele, somadas aos olhares e gestos, me desagradaram e muito, culminando em uma desavença pessoal. O fato ocorrido nessa manhã me deixa bastante surpresa e é uma questão judicial. Não existem culpados enquanto nada se provar", afirmou.

A jornalista, que discutiu várias vezes com o designer de tatuagens e o chamou de "Nojento, porco", continuou: "O importante desse episódio é salientar que qualquer pessoa que se sinta abusada tem o direito de denunciar. Se informem, conversem com familiares e amigos, não se sintam acuadas. Muitos são taxados de loucos por exprimirem sua opinião, por denunciarem um abuso, agressão. Loucos são aqueles que não querem enxergar, que deixam as vítimas ainda mais acuadas e agem de forma preconceituosa. Não a culpabilização da vítima de abuso sexual".

Ana Paula fala sobre prisão de Laércio
Ana Paula fala sobre prisão de Laércio



Fonte: Com informações do Purepeople