Pessoa próxima a Kim Kardashian diz ela teve medo de ser estuprada

Ela foi amarrada e amordaçada com fita adesiva enrolada na cabeça

A revista “People” ouviu uma pessoa próxima a Kim Kardashian e que contou mais detalhes sobre o assalto que a socialite sofreu no último domingo, 2, em um hotel em Paris, na França.

“Kim foi amarrada e amordaçada com fita adesiva enrolada na cabeça. Eles colocaram laços de plástico em torno de seus pulsos, mas ela conseguiu se contorcer e se soltar", revelou a fonte à publicação.

“Ela estava histérica, mas não gritando pois ela sabia que tinha que manter a calma para sobreviver. Os relatos de que ela teve medo de ser estuprada são reais. Ela realmente achava que ela ia ser estuprada. Ela teve uma arma apontada para sua cabeça o tempo todo”, afirmou a pessoa pròxima a Kim.

Kim Kardashian  (Crédito: Arquivo Pessoal)
Kim Kardashian (Crédito: Arquivo Pessoal)


PREJUÍZO

Segundo o 'Daily Mail', a mulher de Kanye West teve sua caixa de joias, no valor de US$ 7 milhões, e um anel de US$ 4 milhões, levados pelos assaltantes, que por volta das 2h30 da madrugada desta segunda-feira entraram no hotel e algemaram o guarda noturno. Eles teriam ameaçado Kim Kardashian com uma arma e a trancado no banheiro.

KIM VOLTA PARA OS EUA

Na segunda-feira, 3, de manhã, Kim embarcou em um jato privado de volta para os EUA acompanhado pelo seu assistente e guarda-costas pessoal Pascal Duvier. Imagens publicadas pelo "Daily Mail" mostram que ela cobriu a cabeça com um lenço preto como ela foi conduzida pela pista ao plano de espera.

Kim estava em Paris com sua mãe, Kris Jenner, e a irmã Kendall Jenner. Elas estavam na cidade para participar da Semana de Moda de Paris. Segundo o "Daily Mail", North e Saint, filhos dela, não estavam envolvidos no ataque.Kim Kardashian chegou aos Estados Unidos nesta segunda-feira, 3, após ter sofrido um assalto em Paris. O que chamou a atenção foi o fato que ela não usava seu anel de 20 quilates - presente de seu marido Kanye West, com valor estimado em R$ 2,5 milhões.

Segundo o jornal "The Sun", a joia pode ter sido levada pelos assaltantes.Depois de desembarcar, a empresária seguiu para sua casa em Nova York escoltada por um comboio de cinco carros e diversos seguranças. De acordo com o site "TMZ", o esquema de segurança de Kim foi comparado ao do presidente norte-americano Barack Obama.

Fonte: Ego