Playboy é condenada a pagar R$ 330 mil para Camila Pitanga

Revista reproduziu fotos de cenas da atriz nua em sua publicação

Depois de dois anos de processo por danos morais, a revista "Playboy" vai ter que indenizar as atrizes Camila Pitanga e Nathalia Dill por uso indevido de imagens na edição de dezembro de 2012.

De acordo com o advogado das artistas, Ricardo Brajterman, a sentença a favor de Camila saiu nesta segunda-feira (29) e no valor de R$ 330 mil. Já Nathalia Dill ganhou a causa há uma semana e vai receber R$ 70 mil da publicação.

"A revista reproduziu fotos de cenas das atrizes nuas. Foram três imagens de Camila retiradas dos filme 'Eu Receberia as Piores Notícias de Seus Lindos Lábios' e uma da Nathalia do longa 'Paraísos Artificiais'.

Além das imagens, as chamadas insinuando que as atrizes tinham aceitado posar nuas indignaram as minhas clientes. As duas sempre recusaram todas as propostas da revista", disse Brajterman Apesar de ganhar as duas causas, Brajterman pretende recorrer para aumentar os valores da indenização.

"Não é a primeira vez que a 'Playboy' foi condenada pela mesma questão e tudo indica que as punições anteriores não deram resultados. Quem sabe uma condenação mais alta faça com que a direção da revista pense duas vezes antes de publicar novas fotos sem autorização", explicou o advogado que revelou a satisfação de suas clientes com a punição à revista.

" Elas estão felizes, sim, mas já me autorizaram a recorrer para evitar que outras atrizes passem por essa situação constrangedora."O advogado confirmou que Alessandra Negrini e Juliana Paes também tiveram suas fotos expostas, mas não chegaram a entrar na Justiça.A reportagem do UOL entrou em contato com o advogado da revista, Alexandre Fidalgo. Segundo ele, "não houve exploração" das imagens das atrizes. "Vamos recorrer no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Não concordamos com essa posição e entendemos que a 'Playboy' fez uma avaliação crítica da arte praticada pelas atrizes dentro da liberdade de expressão garantida pela Constituição", declarou.

Image title


Fonte: UOL