"Quero mais é que as pessoas se amem", declara Patricia Abravanel

Patricia fez declaração em recente entrevista ao tentar se redimir

Após demonstrar preconceito em relação à comunidade LGBTQ durante programa Silvio Santos, Patrícia Abravanel, ficou arrependida, pediu desculpas e declarou em entrevista recente "Quero mais é que as pessoas se amem".

Na época, quando fez as declarações preconceituosas, Patricia disse: “Sou contra falar que homossexualismo (sic) é normal. Acho que a gente tem que ensinar para o jovem de hoje que homem é homem e mulher é mulher. E se por acaso ele tiver alguma coisa dentro dele que fale diferente, aí tudo bem”. Nesse momento ela usou o termo errado uma vez que homossexualismo vem de um período em que a homossexualidade era considerada uma doença e por isso o sufico ismo no fim.

Em sua primeira entrevista após o ocorrido no canal de Caio Fischer, na Web, Patricia pediu desculpas e tentou se redimir. "“Homossexualidade é a forma certa de falar. Aprendi. Falei uma coisa muito sem saber, lido muito bem com os homossexuais”, disse. “Fiquei muito arrependida, porque como formadora de opinião não quero causar atrito, não quero fomentar o preconceito, nem a intolerância. Quero mais que as pessoas se amem”, completou.


Patricia Abravanel
Patricia Abravanel






Fonte: Com informações do IG