Rafael Ilha deixa prisão em São Paulo e comemora

O ex-integrante do Polegar estava preso desde a dia anterior

Rafael Ilha deixou a 4ª delegacia da Divecar (Divisão de Investigações sobre Roubo e Furto de Veículos e Cargas), em São Paulo na noite desta terça-feira, 26.

O advogado José Vanderlei Santos conseguiu uma decisão favorável ao seu cliente - que estava detido desde o dia anterior - e foi buscá-lo na delegacia por volta das 19h30. De lá, os dois seguiram para o IML onde Rafael foi submetido a um procedimento padrão para liberação.

O ex-integrante do grupo Polegar voltou à delegacia apenas para assinar o alvará de soltura. Ao chegar ao local, por volta das 20h30, ele não escondia a felicidade e comemorou.

Durante conversa rápida com uma repórter, o polêmico cantor afirmou: ''To preso, vocês estão trabalhando. Eu queria estar trabalhando". Cerca de vinte minutos depois, às 20h50, ele deixou a delegacia no carro do advogado. O carro de Rafael segue apreendido.

O advogado explicou que conseguiu reverter a prisão, fazendo com que Rafael retome a sua pena original, que era de prestação de serviços prestados. "O que aconteceu foi reverter a prisão. Ele foi preso por falta de cumprimento de uma decisão judicial, que era prestar serviços comunitários. A Justiça tentou entrar em contato com ele, mas como ele mudou de endereço e não avisou, não foi localizado. Por isso tinha a ordem de prisão. Agora, revertemos essa prisão e ele voltará a prestar serviços comunitário, ao invés de ficar prisão. Essa será a punição. Ele comparecerá ao Tribunal apenas para acertar como serão esses serviços", explicou o advogado.

Ilha terá que comparecer na quarta-feira, 27, no Fórum Criminal da Barra Funda de São Paulo,


Image title

Fonte: Com informações: Ego