Rainer Cadete faz aula de box para resgatar a masculinidade

Com o fim da trama o ator, já tirou o megahair do personagem

Para intepretar o booker Visky na novela "Verdades Secretas", Rainer Cadete estudou o universo feminino e passou por uma transformação de corpo, estilo e jeito de ser. Ele depilou o corpo inteiro, fez as sobranchelhas, aulas de passarela e aprendeu a dançar em cima do salto alto.

Image title

"Me submeti à depilação. E depilei tudo para saber como era. Foi uma das experiências mais loucas da vida. Eu já tive piercing no mamilo e não doeu tanto. Sou muito peludo, eu gritava e chorava. Olhava para a depiladora e falava: 'Você é muito malvada'", disse, aos risos.

Com o fim da trama o ator, já tirou o megahair do personagem, e alterou seus hábitos para resgatar sua masculinidade. "Estou fazendo aulas de box, intensificando a musculação e aulas com a fonaudióloga. Para viver o Visky, fiz muitas aulas que instigavam um corpo mais feminino, agora quero me masculinizar de novo e as lutas em geral ajudam. Estou indo por esse caminho. Passei mais de um ano sendo o Visky, agora quero voltar a ser o Rainer", contou ele.

O sucesso do personagem foi tanta que o público feminino aumentou. "O assédio triplicou. As mulheres ficam loucas comigo, e depois que o Visky pegou a Lourdeca elas começaram a ficar mais atiradas", admitiu o ator, que namora a também atriz Taianne Raveli há três meses.

Image title

"Nos conhecemos no aniversário da Camila Queiroz . Ela veio de presente para mim, junto com Verdades Secretas, e a gente está superfeliz", garantiu.

Rainer é pai de Pietro, de 8 anos, e contou que sonha em ter mais filhos. "Sou superpaizão. Adoro ter um filho, é um amor incondicional, que não consigo explicar. Me vem lágrimas nos olhos só de pensar nele. Mas a fábrica não está fechada. Eu queria ter mais uma menininha"

Image title

Rainer e Pietro são bastante ligados. Ao contar para o filho que interpretaria um homossexual na TV, o menino apoiou o ator. "Quando eu contei que ia fazer um personagem 'mulherzinha', ele rebateu: 'O que é que tem, papai? Eu não tenho preconceito. Achei tão legal isso! Acredito que a gente nasça desse jeito, puro, e com o tempo vá se corrompendo com o mundo, não sei por quê", pontou o artista.

Fonte: Pure People