“Sofri demais”, diz Celso Portiolli sobre relação com Silvio Santos

Em entrevista, Celso assumiu que teve uma relação de conflito

“Sofri demais”, diz Celso Portiolli sobre relação conflituosa com Silvio Santos

O apresentador Celso Portiolli está há seis anos à frente do "Domingo Legal", no SBT. Mas quem o vê com um sorriso no rosto, nem imagina que o início dele na emissora paulista, com a qual renovou por mais 3 anos seu contrato em 2014, não foi nada prazeroso.

Image title

Em entrevista, Celso assumiu que teve uma relação de conflito e aprendizado com Silvio Santos. "O Roberto Talma disse que ia me levar para a Globo. Ia fazer um programa de sábado a tarde, para que um dia pudesse ir para os domingos. Eu ganhava X e ele me ofereceu, de cara, dez X. E, de luva, cem X. Fiquei louco", assumiu. Celso disse ainda que Silvio achou que a proposta fosse um blefe, mas ainda assim garantiu que cobriria a proposta.

"Eu, encantado com tudo, fiquei no SBT e assinei com ele. Aí comecei a comer o pão que o diabo amassou", falou. "O Silvio diminuiu o meu salário, me colocou na geladeira. Mas eu o entendo. Na visão dele era um moleque de 30 e poucos anos, ganhando bem, sem pressa de estourar. Ele não precisava de mim. Só depois fui entender que ele estava me ensinando muita coisa, a ser mais homem, ser mais humilde, respeitar os outros profissionais. Hoje sou um cara polido pelos gestos do Silvio Santos. Hoje sofro menos na vida porque ele me ensinou a bater a cara no muro e levantar a cabeça. Me ensinou muito, mas sofri demais", detalhou o artista.

Fonte: Com informações do MSN