TSE diz que 60 candidatos e 337 pessoas já foram presos no país

1.675 urnas eletrônicas precisaram ser substituídas em todo o país

O número de candidatos que cometeram alguma irregularidade nas eleições e foram presos em flagrante no país subiu para 60. De acordo com o terceiro boletim divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Foram registradas 907 ocorrências com pessoas: 92 com candidatos, sendo 60 com prisão e 815 com não candidatos, das quais 337 acarretaram prisão.

O TSE divulgou também dados relativos às urnas usadas para registrar o voto dos eleitores. Em todo o país, 0,38% – 1.675 urnas do total de 432.959 que estão sendo utilizadas  –  precisaram ser substituídas.  Neste domingo, 144.088.912 eleitores vão às urnas para eleger  57.943 vereadores e os prefeitos de 5.568 municípios brasileiros.

Fonte: Veja