Wanessa sobre a separação dos pais: 'A relação não estava boa'

A cantora admitiu ainda que acabou tomando as dores da mãe

A separação de Zezé e Zilu Godoi, que aconteceu em julho de 2012, pegou muita gente de surpresa, mas não Wanessa Camargo. Apesar de admitir que sofreu muito com a situação, a cantora disse que já sabia que a relação dos pais estava desgastada.

"Eu vi que a relação não estava boa, para ambos os lados. Não era que tinha briga, mas via minha mãe sofrendo, meu pai triste. É muito egoísmo a gente querer que a nossa ideia seja a certa. É justo eles quererem ser felizes. Foi um baque muito grande para mim. Eu nunca pensei que ia ter que pensar no Natal de forma diferente, ou pensar que não ia ter meu pai e minha mãe comigo na hora que eu fosse viajar com meus filhos", disse Wanessa em entrevista ao "Programa Xuxa Meneghel" desta segunda-feira (23).

A cantora admitiu ainda que acabou tomando as dores da mãe após a separação. Em entrevista à revista "Contigo", em março de 2013, Zezé confessou ter sido infiel a Zilu durante o casamento.

"Sempre tem um que quer sair e outro que quer ficar. Então a gente acaba ficando mais do lado que quer se manter da mesma forma. É normal que a mulher pense mais na mãe. Eu tive dificuldades com meu pai por um momento, fiquei um tempo sem falar com ele. Mas essa situação me fazia mal. Meu pai sempre foi um pai incrível. Foi muito difícil eu conseguir me desprender do meu sentimento de filha, entender a situação dos dois e respeitar", contou.

Zezé e Zilu se separaram publicamente em julho de 2012, após cerca de 30 anos de casamento, mas oficializaram o divórcio apenas em 2014. Semanas depois, o sertanejo assumiu o romance com a jornalista Graciele Lacerda, que contou em uma rede social que a união já tinha nove anos.

A revelação provocou trocas de ofensas na internet e até um boletim de ocorrência que relatava ataques em uma delegacia. As filhas precisaram interferir para obter trégua.

Wanesssa no programa da Xuxa (Crédito: Divulgação)
Wanesssa no programa da Xuxa (Crédito: Divulgação)


Fonte: Ego