Ximbinha acusa Joelma de queimar 200 pares de sapatos dele

O divórcio de Ximbinha e Joelma ainda não foi assinado

Quando tudo apontava para a paz, eis que surge um novo round na separação de Ximbinha e Joelma. O guitarrista acusa a cantora de ter queimado 200 pares de sapatos e sumido com instrumentos dele que estavam na mansão que os dois ainda mantêm num bairro nobre de São Paulo. Ximbinha decobriu por acaso.

No último fim de semana, um produtor, que cuida dos assuntos do músico na capital paulista, esteve na propriedade que fica no condomínio Alphaville. Ele foi até lá para mostrar a casa a um amigo do patrão, que desejava alugá-la para uma temporada. Ao abrir a porta do imóvel, se deparou com uma bagunça.

As caixas que guardavam guitarras e violões estavam vazias, e os sapatos, todos incinerados dentro da churrasqueira. Documentos também sumiram. Ximbinha ainda não decidiu se vai registrar um boletim de ocorrência e conversa com o advogado para resolver o imbróglio.

O divórcio de Ximbinha e Joelma ainda não foi assinado, mas, desde o início, foi feito de forma consensual, ou seja, não é litigioso e os dois decidem com quem vão ficar os bens, que são muitos.

Segundo uma fonte da coluna, algo parecido já havia acontecido no apartamento que o ex-casal mantinha em Recife. Joelma teria jogado todas as roupas de Ximbinha pela janela. Um amigo recolheu os pertences e devolveu ao guitarrista.

Joelma e Ximbinha (Crédito: Divulgação)
Joelma e Ximbinha (Crédito: Divulgação)


Fonte: Extra