Farmácia da USP chama gays à festa brega

“O Parasita” pedia para alunos jogarem fezes em gays em troca de ingresso

Organizadores da tradicional "Festa Brega" da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP divulgaram nota neste sábado (24) para criticar e repudiar o jornal ?O Parasita?, que incitava estudantes a agredir gays em troca de convites para a festa. Na sexta-feira (23), matéria do G1 mostrou que a página 2 do periódico, que é produzido por alunos do curso de farmácia, fazia a promoção polêmica.

?O Parasita lança um desafio, jogue merda em um viado, que você receberá, totalmente grátis, um convite de luxo para a Festa Brega 2010. Contamos com a colaboração de todos?, diz trecho do texto assinado por ?Joãozinho Zé-Ruela?, pseudônimo do autor que ainda não foi identificado.

A Defensoria Pública do Estado e a Coordenadoria de Políticas da Diversidade Sexual vão denunciar o jornal por homofobia à Secretaria de Justiça. Existe a possibilidade ainda de ?O Parasita? ser investigado pela Polícia Civil por apologia ao crime ao incitar a violência.

A Associação Atlética Acadêmica de Farmácia e Bioquímica, responsável pelas atividades esportivas da faculdade e organizadora da ?Festa Brega?, afirma em nota (leia íntegra abaixo) que não tem qualquer vínculo com ?O Parasita?. Reforça ainda, na mesma nota, que o ?conteúdo envergonha a todos nossos representantes e associados? e ?que é contra toda e qualquer forma de discriminação?. Os responsáveis pelo jornal não foram encontrados para comentar o assunto

Fonte: g1, www.g1.com.br