Festa de Neymar que teve barraco e muitas mulheres só terminou às 10h do dia seguinte

Festa de Neymar que teve barraco e muitas mulheres só terminou às 10h do dia seguinte

A tal festa ganhou destaque no noticiário por ter tido confusão e muitas mulheres.

Segundo nota publicada nesta quarta-feira, 16, pela coluna "Olá", do jornal "Agora S.Paulo", Neymar teria esticado a noite de comemoração do título do Santos no Campeonato Paulista neste domingo, 13, em uma festinha particular que foi até as 10h do dia seguinte.

Ainda de acordo com a coluna, a comemoração aconteceu em uma casa no bairro de Boqueirão, em Santos, onde estavam amigos do jogador e modelos loiras e morenas.

BARRACO

Já era madrugada desta terça-feira quando os principais destaques da festa de encerramento do Campeonato Paulista deixaram o local, uma conhecida casa de espetáculos de São Paulo. Com o frio que marcou a noite paulistana, mas sem a garoa que cessou por volta das 0h30, nomes como Domingos, Lucas, Cortez e Neymar foram embora, causando muita comoção entre os fãs e confusão com os seguranças.

Lucas foi um dos primeiros a sair, escoltado por um grupo de funcionários contratados pela organização do evento. Em volta, fãs pediam fotos e autógrafos. Um deles, animado, perguntou se o astro são-paulino não atuaria no Corinthians. "Não me quiseram lá, pô!", respondeu o camisa 7, formado em uma escolinha de futebol do "patrono" Marcelinho Carioca na cidade de Diadema (SP).

Depois dele, companheiros de clube como o lateral Cortez e o zagueiro Rhodolfo também saíram, sem o mesmo tumulto. Depois, vieram Domingos (Guarani) e Romarinho (Bragantino), que passaram pela rua com troféus. Porém, logo a agitação começou a tomar os arredores da casa de espetáculos: Neymar estava para sair.

Uma série de comunicações entre funcionários do local e dos funcionários do estacionamento começou a zunir pelos ares frios da noite paulistana. Foram cerca de 25 minutos, até que Neymar saísse pela porta lateral do complexo. Ou melhor, tentasse sair.

Cercado por inúmeros seguranças e por um número ainda maior de fãs, o camisa 11 do Santos levava um bom tempo para conseguir dar cada passo. À sua frente, uma trupe de humoristas da TV interrompia a caminhada para fazer perguntas. Os fãs, que se divertiram com os humoristas na espera pelo astro, agora cobriam o grupo com braços e canetas, pedindo autógrafos que nem sempre eram ouvidos.

Mesmo com todo o empurra-empurra, o astro falou rapidamente sobre a conquista do Campeonato Paulista e os planos para mais um título na Copa Libertadores. "Estou muito feliz com o título, com a premiação, com essa loucura, com tudo", disse. "Queremos ganhar mais uma vez a Libertadores. Sabemos que vamos encontrar um adversário muito difícil, esperamos fazer um ótimo jogo agora", completou, referindo-se ao Vélez Sarsfield-ARG.

Minutos depois, Neymar conseguiu chegar à esquina. Em uma das caminhonetes brancas que compôs sua caravana, o craque conseguiu embarcar. Seu pai, por sua vez, teve um pequeno desentendimento com um dos seguranças que o protegiam. "Você está louco? Olha o que você está fazendo", disse Neymar dos Santos, irritado. O segurança, cabisbaixo, protegeu o ex-jogador e ajudou com que pai e filho embarcassem para irem embora.

Fonte: Agora São Paulo