Filha fala pela primeira vez sobre suposto abuso sexual de Woody Allen

Dylan se recusa até mesmo a pronunciar o nome do famoso cineasta e relembra todos os seus medos

Mia Farrow e sua filha adotiva Dylan conversaram com a revista Vanity Fair e contaram passagens sobre a época em que viviam com o diretor Woody Allen, que atualmente é casado com Soon-Yi, também filha adotiva da Mia. As duas relembraram histórias de 20 anos atrás, que quase arruinaram o relacionamento familiar. Esta é a primeira vez que a jovem fala sobre o suposto abuso sexual por parte do diretor.

Dylan se recusa até mesmo a pronunciar o nome do famoso cineasta e relembra todos os seus medos, que a atormentaram durante anos e anos. "Tenho medo dele, da imagem dele. Eu nunca o denunciei. Se pudesse falar com a Dylan de sete anos de idade, falaria para ela ser corajosa e prestar depoimento", afirmou. "Tem muito que não me lembro, mas o que aconteceu no sótão, me lembro. Recordo do que eu estava usando e do que não estava", contou.

"Eu me sentia desconfortável, me fazendo pensar que era uma criança má, porque não queria fazer o que uma pessoa mais velha pedia. Estava surtando. Tinha que dizer alguma coisa, eu tinha sete anos. Fazia porque estava assustada. Queria que aquilo parasse", completou. O advogado de Woody Allen nega que seu cliente tenha abusado sexualmente da jovem.

Dylan contou também que o cineasta tentou falar com ela duas vezes por carta. Na segunda vez, ela estava na faculdade quando chegou um envelope cheio de fotos dos dois. "Deveria ter reconhecido a letra, mas não reconheci. Tinha um remetente falso, chamado Lehman. A carta dizia: "achei que você poderia querer algumas fotos nossas. Quero que você saiba que eu ainda penso em você como minha filha e minhas filhas ainda pensam em você como irmã. Soon-Yi sente saudades de você". Na assinatura, apenas constava a inscrição "seu pai".

O segundo marido de Mia, André Prenvin, contou que Soon-Yi, mulher de Allen, não "existe mais para a família". Fletcher Previn, outro filho da atriz, disse que excluiu Woody Allen de todas as fotos da família e editou vídeos em que ele aparecia. "Nós podemos ver e lembrar apenas das coisas boas", afirmou.

Na entrevista, Mia Farrow também fala sobre outra polêmica, a de que seu filho com Woody Allen pode ser de Frank Sinatra. A atriz e o cantor foram apaixonados e Farrow afirma que eles nunca estiveram "realmente separados". Questionada sobre o polêmico assunto, ela afirmou que Ronan Farrow "possivelmente" pode ser filho do astro da música. A família nunca fez testes de DNA.

Fonte: Terra