Filhos de motorista dizem que pai se sentiu mal antes de ir trabalhar e atender Zezé Polessa

Filhos de motorista dizem que pai se sentiu mal antes de ir trabalhar e atender Zezé Polessa

Nelson disse aos filhos que iria ao hospital depois de deixar Zezé Polessa na gravação da novela

Luciana Lopes e Alexandre Lopes, filhos do motorista Nelson Anderson Lopes, que faleceu depois de levar a atriz Zezé Polessa para o Projac, prestaram depoimento na 32ª Delegacia de Polícia do Rio de Janeiro na manhã desta terça-feira (22). A atriz ainda prestará depoimento, na próxima quinta-feira.

De acordo com o delegado Mauricio Mendonça, Luciana e Alexandre relataram que o pai, de 63 anos, estava se sentindo mal antes mesmo de ir trabalhar. Nelson disse aos filhos que iria ao hospital depois de deixar Zezé Polessa na gravação da novela "Salve Jorge", de Gloria Perez.

"O Alexandre e a Luciana souberam do caso pela imprensa. Eles ligaram para cá perguntando se havia mesmo uma investigação. Eles querem que tudo seja resolvido e não fizeram nenhum tipo de acusação contra a atriz", disse o delegado.

Lopes teria começado a passar mal depois de uma discussão com a atriz e foi levado para o Hospital Lourenço Jorge, na Barra, onde veio a falecer horas mais tarde.. "O Nelson ligou para os filhos dizendo que estava indo ao hospital. Quando os filhos chegaram lá, ele estava morto", prosseguiu o delegado.

Um produtor da Globo e um supervisor da Riviera Transpore, empresa terceirizada que presta serviços a emissora, também serão convocados a prestar depoimento. O inquérito deverá apurar se a atriz infringiu o Estatuto do Idoso, que estabelece uma pena de reclusão de seis meses a um ano para quem humilhar, desdenhar, menosprezar ou discriminar pessoa idosa.

Procurada, a advogada de Alexandre e Luciana, Danielle Iglesias, disse que "não irá levantar hipóteses levianas" sobre Zezé. "O Alexandre e a Luciana são pessoas conscientes, eles não irão julgar ou culpar alguém antes que tudo seja esclarecido", pontuou.

Fonte: UOL