Filme de Hilda Hidalga abre o 20º Cine Ceará

O filme é uma adaptação da obra de Gabriel García Márquez e fará sua estreia mundial no dia 24 de junho na abertura do festival

O Cine Ceará - Festival Ibero-Americano de Cinema, consagrado como um dos maiores eventos da sétima arte no Brasil, chega à sua 20º edição levando ao público cearense uma parcela significativa da produção de cinema e vídeo ibero-americanos. O evento desse ano, que será realizado em Fortaleza entre os dias 24 de junho e 1 de julho, selecionou, entre as 109 produções inscritas, oito títulos para disputar a Mostra Competitiva de Longa-Metragem.

Logo após a cerimônia de abertura, que acontece no dia 24 de junho às 19h30 no Centro Cultural SESC Luiz Severiano Ribeiro, haverá a exibição do longa-metragem inédito Do Amor e Outros Demônios, de Hilda Hidalga. O filme é uma adaptação da obra de Gabriel Garcia Márquez e conta uma das mais provocadoras histórias de amor do autor. Hilda Hidalga é de Costa Rica, formada em direção pela Escola Internacional de Cine e TV de Cuba. Em seu currículo constam roteiro e direção de curtas de ficção e documentários de temáticas sociais e de sustentabilidade, filmados na Itália, França, Bután, Benin e nos Países Baixos. Suas histórias de ficção tratam sobre o desejo, a sensualidade e o onírico. Do amor e outros demônios é seu primeiro longa metragem. Atualmente trabalha no roteiro do seu próximo filme, Estação Violenta. Suas produções tem participado em festivais da Turquía, Cologne, Cuba, Cartagena, Rímini, Creteil, Amsterdam, San Francisco e Chicago, entre outros.

A lista de longas-metragens selecionados ainda inclui outras quatro produções inéditas, sendo que duas são co-produções brasileiras. El último Comandante, de Vicente Ferraz e Isabel Martinez, é um longa de ficção produzido em parceira com a Costa Rica. Vicente Ferraz é diretor, roteirista e fotógrafo e dirigiu vários curtas e documentários no Brasil, Cuba, Costa Rica e na Nicarágua, além de séries de ficção e documentários para a TV. Isabel Martínez é produtora e diretora, iniciou sua carreira na Nicarágua como cinegrafista para agências de notícias internacionais e dirigiu documentários sobre a revolução sandinista. Em El Último Comandante atua como produtora e estreia como diretora ao lado de Vicente Ferraz.

Outra produção brasileira inédita é o documentário Memória Cubana, de Alice de Andrade e Iván Nápoles, que mostra os acontecimentos mais marcantes do século XX visto pelas lentes dos documentaristas da ilha. Alice Andrade Trabalhou como assistente de direção de Joaquim Pedro de Andrade, John Boorman, Ruy Guerra, Walter Lima Jr., André Téchiné, Pascal Bonitzer e Carlos Diegues entre outros, antes de fazer se formar como roteirista na Escola Internacional de Cinema e Televisão de San Antonio de los Baños, em Cuba. Desde então escreveu e realizou uma dezena de filmes de curta e média metragens, premiados em festivais nacionais e internacionais. Em 2007, Alice dirigiu o documentário Histórias Cruzadas sobre o renascimento da obra de seu pai, o cineasta brasileiro Joaquim Pedro de Andrade.

O Estado do Ceará será representado na Mostra Competitiva com o filme Estrada para Ythaca, dirigido por Luiz Pretti, Ricardo Pretti, Guto Parente e Pedro Diógenes, diretores cearenses que com este filme estreiam em longa-metragem. Outros quatro longas de ficção da Argentina, Espanha, México e Cuba também estão entre os selecionados que concorrem nas categorias de Direção; Fotografia; Edição; Roteiro; Trilha Sonora Original; Som; Direção de Arte; Ator e Atriz. O vencedor receberá o Troféu Mucuripe e um prêmio no valor de US$ 10 mil (dez mil dólares).

Longas-Metragens selecionados:

Dia 24 de junho ? abertura

Local: Centro Cultural Sesc Luiz Severiano Ribeiro

20h Do amor e outros demônios/ Del amor y otros demônios (inédito)

Ficção. 35mm. 97 Min. Cor. Costa Rica/ Colômbia. 2009

Direção: Hilda Hidalgo

Dia 25 de junho

Local: Centro Cultural Sesc Luiz Severiano Ribeiro

19h30 Memória Cubana (inédito)

Documentário. Beta Digital. 71 Min. Brasil/Cuba/França. 2010

Direção: Alice de Andrade e Iván Nápoles

Estrada para Ythaca

Ficção. HDV. 70 Min. Cor. Brasil. 2010

Direção Luiz Pretti, Ricardo Pretti, Guto Parente e Pedro Diógenes

Dia 27 de junho

Local: Centro Cultural Sesc Luiz Severiano Ribeiro

19h30 Alamar/ Alamar (inédito)

Ficção. HD/ 35mm. 73 Min. Cor. México. 2009

Pedro González Rubio

A mulher sem piano/ La mujer sin piano

Ficção. 35mm. 95 Min. Cor. Espanha/França. 2009

Direção: Javier Rebollo

Dia 28 de junho

Local: Centro Cultural Sesc Luiz Severiano Ribeiro

19h30 Lisanka/ Lisanka (inédito)

Ficção. 35mm. 113 Min. Cor. Cuba/Venezuela/Rússia. 2009

Direção: Daniel Diaz Torres

Dia 29 de junho

Local: Centro Cultural Sesc Luiz Severiano Ribeiro

19h30 O último verão de la Boyita / El último verano de La Boyita

Ficção. 35 mm. 86 Min. Cor. Argentina/França/Espanha. 2009

Direção: Julia Solomonoff

Dia 30 de junho

Local: Centro Cultural Sesc Luiz Severiano Ribeiro

El último comandante (inédito)

Ficção. 35mm. 94´. Cor. Brasil/Costa Rica. 2010

Direção Vicente Ferraz e Isabel Martínez

O 20º Cine Ceará é uma promoção da Universidade Federal do Ceará, através da Casa Amarela Eusélio Oliveira com apoio do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura e Desporto, e do Ministério da Cultura, através da Secretaria do Audiovisual. A Realização é da Associação Cultural Cine Ceará e conta com patrocínio de empresas públicas e privadas, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (SIEC) e da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet).

Fonte: Assessoria