Ex-prefeito valentão agride vereador que discutiu com sua mulher

Nem Vado ou Michele se pronunciaram até o momento a respeito da polêmica.

Os ânimos acirrados na política brasileira não são exclusividade do governo federal. Em Orlândia, cidade que fica a 364 km de São Paulo, o ex-prefeito Oswaldo Ribeiro Junqueira Neto, o Vado, agrediu com socos e pontapés o vereador Luis Antonio de Abreu (PSB), o Goiano. Tudo por uma discussão do parlamentar com a vereadora Michele Ribeiro Ruffo Junqueira (PMDB), mulher de Vado.

A vereadora criticou abertamente a prefeita Flávia Mendes Gomes (PSB), interrompendo a fala do vereador Leôncio Mazarão Michel (PSB). Após chamar a prefeita e os parlamentares do PSB de “mentirosos”, Michele foi repreendida pelo presidente da Câmara, Luiz Carlos Vilarim, o Beia (PSDB). Foi então que Goiano aproveitou para alfinetar a adversária.

“É desse jeito que acontece. A vereadora quer ganhar no grito. E aqui é uma casa de lei, uma casa que tem respeito”, afirmou. A sessão foi interrompida, após Michele chamar Goiano de “ladrão”. Nesse intervalo, o ex-prefeito entrou no plenário e golpeou Goiano pelas costas, com socos e chutes. A turma do ‘deixa disso’ logo chegou para apartar a briga. Ao fundo, a vereadora dizia que Goiano “mereceu”.

“Ele não estava na sessão. Acredito que ela deve ter saído para ligar para o Vado”, disse Goiano ao G1. O vereador registrou boletim de ocorrência por agressão física e verbal e já adiantou que pedirá a cassação de Michele por quebra de decoro parlamentar.

Essa não é a primeira vez que Vado se envolve em polêmica na Câmara. No ano passado, ele invadiu o plenário para ameaçar o vereador Sérgio Aparecido Gomes (PSB), o Tedinho. De acordo com informações do site Orlândia Online, corre uma ação na Justiça por conta da atitude do ex-prefeito.

Nem Vado ou Michele se pronunciaram até o momento a respeito da polêmica.

Fonte: Brasil Post