Brincar o carnaval exige diferentes tipos de cuidados em relação ao corpo

Para curtir a agenda lotada de blocos e os desfiles são necessários preparativos para que os foliões curtam ao máximo a rotina dos dias de carnaval.

O Carnaval começou oficialmente ontem (14) e arrasta milhares de pessoas para os blocos e desfiles. Uma maratona de muita música e celebração aguarda os foliões e, por isso, é bom se precaver contra eventualidades que possam comprometer a folia e tornar a festa uma dor de cabeça. Nunca é demais tomar alguns cuidados e preservar a alegria coletiva que tantos procuram nos circuitos carnavalescos.

Para curtir a agenda lotada de blocos e os desfiles são necessários preparativos para que os foliões curtam ao máximo a rotina dos dias de carnaval.

Sandra Mayworm, coordenadora pedagógica nacional de Fisioterapia de uma instituição de ensino superior, afirma que o alongamento é recomendável antes e após a folia.

A especialista também indica a aplicação de compressas de gelo nas áreas que eventualmente podem ficar doloridas nas primeiras 48 horas de desconforto, ocasionadas pelo esforço do corpo durante a festa.

Quanto ao melhor calçado a ser utilizado, a profissional recomenda que os foliões utilizem um calçado seguro, de borracha e aderente. “Nossos pés suportam nosso peso durante todo o dia e ao participar da folia do Carnaval eles serão muito requisitados.

É ideal que o público que gosta de curtir o carnaval não use sapatilhas rígidas, que não lhe permitirão os movimentos habituais do pé. Salto alto também não é recomendável pelo mesmo motivo, já que sobrecarrega a planta do pé e facilita as chamadas ‘fascites’, que trazem muita dor após a atividade”, informa.

Segundo Sandra, há como fazer exercícios leves diariamente por 30 minutos, com a atividade que melhor agradar a cada tipo de pessoa. “Igualmente, podemos utilizar os alongamentos e a massagem suave, que melhorarão a nutrição dos músculos.

Antes de ir para o desfile ou bloco, é recomendável aquecer os músculos com exercícios leves, para só então, vestir as fantasias e os adereços”, aconselha.

Para que o folião possa se preparar com antecedência, hidratação e alimentação adequada também devem estar presentes na vida dos foliões, já que previnem lesões e cãibra. A gestora nacional do curso de Nutrição da IES, Paula Machado, aconselha as melhores opções de refeição durante os dias de festa.

“O folião deve preferir refeições saudáveis que podem ser preparadas rapidamente, como saladas, carnes e peixes grelhados ou assados, vitaminas e sucos de frutas naturais, que combinam muito com o verão, além de evitar frituras, doces e refrigerantes”, adverte a profissional.

Sobre o excesso de bebida alcoólica durante os dias de festa, a especialista em Nutrição recomenda que sejam ingeridos outros líquidos alternados, como água, água de coco e sucos de frutas naturais para evitar a desidratação e a ressaca. “Desta forma o folião pula Carnaval e se diverte sem haver problemas ou passar por situações desconfortáveis”, finaliza.

Vigilância Sanitária alerta sobre cuidados com alimentação

Alguns problemas de saúde como vômitos, diarreias, náuseas, entre outros, podem ser causados pela ingestão de alimentos estragados ou até mesmo comidas que foram mal digeridas pelo estômago.

Tais problemas podem acabar com a festa do folião, mas há medidas simples que podem evitar os problemas. A primeira delas é evitar o consumo de alimentos gordurosos antes de cair na folia.

"Os alimentos gordurosos demoram a ser digeridos e absorvidos pelo organismo, então o folião deve priorizar sempre alimentos leves como as frutas ricas em teor de água, como a melancia e o melão, além de bastante hidratação com água natural e de coco", alertou a nutricionista Lucélia Regina Chaves.

Outra orientação importante é nunca comprar alimentos com procedência duvidosa. É o que alerta a gerente de Controle Serviços e Produtos da Diretoria de Vigilância Sanitária do Estado (DIVISA), Maria Veloso.

"Esses alimentos podem estar com o prazo de validade vencido ou até mesmo estragado, e se consumido, pode trazer problemas desagradáveis para o folião", alertou.

O folião também deve prestar atenção nas condições de higiene dos estabelecimentos e equipamentos usados pelos mesmos. "Todo estabelecimento deve estar limpo, apresentando os equipamentos em bom estado de conservação.

Os funcionários que manipulam os alimentos também devem se apresentar adequadamente uniformizados, cabelos presos, utilizando máscaras e manter barba e unhas feitas", explicou a gerente.

Para finalizar, as pessoas devem ficar atentas à exposição dos alimentos. Eles devem ser acondicionados em recipientes adequados e não devem ser adquiridos se apresentarem embalagens sujas, com vazamentos, enferrujadas, amassadas ou estufadas.

Fiscalização no Carnaval - A Vigilância Sanitária do Estado do Piauí vai intensificar as inspeções sanitárias nos municípios de grande fluxo turístico para o período de carnaval. O objetivo é minimizar os riscos da população durante os dias de folia e com isso, possibilitar aos foliões, um atendimento com qualidade e segurança.

A ação será realizada em parceria com as vigilâncias sanitárias municipais. Serão fiscalizados os estabelecimentos que manipulam e comercializam alimentos, como bares, restaurantes, hotéis, supermercados, panificadoras, mercados públicos, entre outros.

Fonte: JMN