Depressão Pós-Carnaval? Como voltar à rotina sem lamentações

Depressão Pós-Carnaval? Como voltar à rotina sem lamentações


 

Pois é, foram cinco dias de extrema alegria e euforia, onde o céu era o limite e o tédio não teve vez. Acontece que, como já advertia a música, “todo carnaval tem seu fim”.

É chegada a hora de voltar à rotina e, para muitos de nós, começar o ano de verdade. Por ano entenda-se: responsabilidades, trabalho e compromissos que assumimos visando uma vida equilibrada.

Nesse momento, em intensidade epidêmica pipocam os autodiagnósticos da famosa Depressão Pós Carnaval (DPC).  Variedade ainda não catalogada na última versão do Manual de Diagnóstico e Estatística dos Transtornos Mentais (DSM-V), mas nem por isso menos dolorosa.

Mas calma… É possível voltar à rotina sem tanto sofrimento. Veja a seguir algumas dicas que podem te ajudar a enfrentar o desânimo pós-folia.

1.       Viva no aqui-agora

A vida não acontece em outro momento que não o presente. Não importa o quanto seu feriado foi incrível, ruminar nostalgicamente o que foi vivido fará com que suas atividades diárias pareçam ainda mais penosas. Então, foco no presente. Se estiver difícil se concentrar, crie uma TO-DO LIST discriminando mesmo as tarefas mais banais e siga-a ao longo do dia. No final deste, a sensação de dever cumprido alivia os sintomas da DPC.

 2.       Insira atividades prazerosas na sua rotina

Muito da felicidade sentida nos dias de carnaval advém da possibilidade de podermos usar nosso tempo para fazer aquilo que realmente queremos fazer. No decorrer do ano esse tempo é restrito, mas com organização é possível inserir atividades realmente agradáveis entre nossos compromissos, com isso podemos nos manter motivados ao longo do ano. A natureza dessas atividades pode variar de acordo com seu perfil ou mesmo com seu interesse mais imediato; indo de happy hour com o pessoal do escritório, jantar temático com amigos, ou programas como escalada indoor, para os mais aventureiros.

 3.       Procure manter vínculos saudáveis com os parceiros de folia

Simpatia – em nenhum outro momento do ano ela encontra-se tão evidente como no carnaval. Não por acaso terminamos o feriado com lembranças povoadas de até então desconhecidos que protagonizaram os acontecimentos mais marcantes do nosso feriado. Procurar manter contato com essas pessoas pode ajudar a aliviar a sensação de desânimo e desalento que sucede o feriadão. Aqui vale combinar desde programas mais impessoais, como baladas, shows, a atividades mais intimistas, como almoços e viagens. Com sorte e tempo verdadeiras amizades podem ser construídas a partir desse vínculo que a priori viraria cinza na quarta-feira.

 4.       Cuide do corpo

Beba água, prefira alimentos saudáveis e desintoxicantes como abacaxi, maçã, mel, gengibre, melancia, couve e berinjela. Eles vão te ajudar a deixar o cansaço de lado e voltar a rotina com energia e disposição.

 5.       Cuide da mente

Aproveite esse momento de relaxamento mental para se organizar. Estipule metas tangíveis e que realmente tenham sentido para você – a curto, médio e longo prazo. Desafie-se: propor-se a um determinado objetivo e alcançá-lo ajuda a manter a sensação de motivação e realização pessoal – diretamente relacionadas a uma vida saudável e feliz.

 6.       Aceite!

O fim é inevitável, mas somos totalmente livres e responsáveis para escolher de que forma vamos reagir a isso. Então, que façamos com responsabilidade, pró-atividade e alegria – porque o espírito do carnaval pode sim durar o ano inteiro.

Fonte: brasilpost.com