Gaviões, Mocidade e Vai-Vai são escolas destaques do 2º dia de desfiles em São Paulo

Já a chuva prevista só passou pelo sambódromo durante o último desfile, e somente na forma de enredo da X-9 Paulistana.

A segunda noite de desfiles do Grupo Especial paulistano reuniu homenagens a ícones femininos da cultura brasileira, enredos sobre diamante e ouro, o universo dos sonhadores e os truques e jogatinas das cartas de baralho.

Diferentemente da primeira noite, em que todas as agremiações passaram sem problemas pela avenida, a Acadêmicos do Tatuapé pode perder pontos devido ao atraso de 1 minuto na conclusão do desfile na madrugada deste domingo (15).

A agremiação da Zona Leste calculou mal e, faltando apenas três minutos para chegar ao tempo máximo de 1h05, ainda havia uma ala, um carro alegórico, a bateria e o carro de som para cruzarem os portões. Os integrantes tiveram que correr, mas escola acabou cruzando a linha amarela quando o relógio marcava 1h06.

Pelo regulamento, para cada minuto de atraso é descontado um décimo. À TV Globo, o presidente da Tatuapé, Eduardo do Santos, afirmou que a Liga vai analisar a gravação do desfile neste domingo para decidir se haverá punição para a escola.

Já a chuva prevista só passou pelo sambódromo durante o último desfile, e somente na forma de enredo da X-9 Paulistana.

Destaques
Gaviões da Fiel, Mocidade Alegre e Vai-Vai foram os destaques do 2º dia, com as duas primeiras chegando com mais força na briga pelo título de campeã do carnaval 2015 de São Paulo.

Com apoio da torcida que mais uma vez marcou presença nas arquibancadas, com faixas e sinalizadores, a Gaviões incendiou o sambódromo com um divertido desfile sobre o baralho, com referências ao universo dos quadrinhos e do cinema. A bateria chamou a atenção com todos os ritmistas fantasiados de Coringa.  A Mocidade, campeã dos últimos três carnavais, mais uma vez fez um desfile caprichado e tecnicamente preciso, ainda que de impacto menor que os dos últimos anos, em sua homenagem a Marília Pêra.

O samba empolgou o público e o enredo foi explorado além dos aspectos biográficos da homenageada, proporcionado uma grande viagem pelo universo da dramaturgia brasileira.

A Vai-Vai rivalizou com a Gaviões em envolvimento do público. O samba-enredo com trechos de sucesso de Elis Regina, incluindo até o um "Lare larera lare" da canção "Maria, Maria" empolgou e compensou a falta de acabamento mais caprichado de algumas fantasias e alegorias.

Unidos de Vila Maria, X-9, Império de Casa Verde e Acadêmicos do Tatuapé completaram o desfile desta 2ª noite.

Imagens marcantes
"Marilyn Monroe" ao lado de gangsters, ritmistas fantasiados de Coringa, Marília Pêra caracterizada de Carmen Mirana em tamanho gigante, Maria Rita emocionada com a homenagem à mãe, rainha de bateria surgindo de dentro de um tambor e carro com crítica à crise hídrica em São Paulo foram algumas das imagens marcantes da noite.

A campeã do carnaval paulistano será conhecida nesta terça-feira (17), com apuração a partir das 16h.

Fonte: G1