Profissional diz como se alimentar no Carnaval para evitar problemas de saúde

Profissional diz como se alimentar no Carnaval para evitar problemas de saúde

De acordo com Honorina Paes Landim, nutricionista, o folião deve buscar o consumo de alimentos mais leves e de fácil digestão, com base em carboidratos, integrais e muito líquido

O Carnaval chegou e o país inteiro está em clima de festa, apesar disso, o folião que está afim de curtir a festividade deve ficar atento aos alimentos que põe na mesa, para não ter que interromper a brincadeira, por problemas de saúde, ocasionado pela má alimentação, como desidratação, a ressaca e até mesmo uma infecção intestinal.

De acordo com Honorina Paes Landim, nutricionista, o folião deve buscar o consumo de alimentos mais leves e de fácil digestão, com base em carboidratos, integrais e muito líquido. “O folião deve se alimentar bem e optar por alimentos mais leves, de fácil digestão, carboidratos, integrais, grãos, frutas e muito líquido. A regra é evitar comidas gordurosas e frituras. Isso não quer dizer que a carne deva ser cortada do cardápio, mas para esse período o ideal é que sejam evitadas carne vermelha e comidas consideradas pesadas”, sugere a nutricionista.

A nutricionista destaca a importância de manter o corpo hidratado, antes, durante e depois do evento, não apenas com água, mais também com suco e, principalmente, com frutas. “Neste período de Carnaval, por ser de muitas festas e agitação, vai exigir das pessoas um bom condicionamento físico e inclusive, é que mantenha o corpo hidratado. Por isso, a recomendação é que beba bastante água ou sucos, isto é, antes, durante e depois do evento. Além da água, alimentos que contenha bastante liquidos, principalmente as frutas” indica Honorina Landim.

Já para aqueles que pretendem ingerir bebidas alcoólicas, a dica número um, para amenizar o efeito da ressaca, é que não beba de estômago vazio. Além disso, beber de maneira moderada, reduzir o tamanho do copo, avaliar o teor alcoólico das bebidas, e ainda, intercalar copos de água com os drinks.

 

Fonte: Pollyana Carvalho e Márcia Gabriele